Prefeitura de Osasco confirma segunda morte por gripe suína na cidade

244

h1n16A prefeitura de Osasco confirmou na tarde de hoje (16) a morte de mais uma pessoa infectada pelo vírus da gripe Influenza A (H1N1), conhecida como gripe suína. A prefeitura não informou quem é a vítima e se tinha algum parentesco com a menina que morreu na cidade no dia 30 de junho.

Esta é a terceira morte provocada pelo novo vírus que ocorre no estado de São Paulo e a segunda em Osasco. O prefeito de Osasco, Emidio de Souza, deverá conceder uma entrevista no final da tarde de hoje, no gabinete. Procurada pela nossa reportagem, a Secretaria de Estado da Saúde ainda não sabia informar sobre o caso. Temos muitos leitores em Osasco e eles estão preocupados veja comentário de uma moradora de Osasco – Amanda “Sou moradora de Osasco, e estou preocupada com esta fatalidade. Gostaria que se possível fosse divulgado o bairro que a vítima morava, devido ao risco de contaminação, para que nós, moradores da região pudéssemos nos precaver…” disse Amanda.

No Rio Grande do Sul foi confirmado mais um caso de morte por gripe suína, a quinta morte por gripe suína no país – e a terceira no Rio Grande do Sul – foi confirmada hoje (16) pela Secretaria de Saúde de Uruguaiana. A vítima é o caminhoneiro Dirlei Pereira, de 35 anos, que morreu às 3h da manhã de hoje. Ele estava internado havia dez dias na unidade de tratamento intensivo (UTI) da Santa Casa de Uruguaiana.
De acordo com o secretário de Saúde, Luiz Augusto Schneider, o caminhoneiro esteve na Argentina e ingressou no Brasil no dia 29 de junho, pela cidade de Porto Xavier. Já na aduana ele teve identificados alguns sintomas do vírus H1N1, foi encaminhado para a cidade de Santa Rosa e, logo depois, para São Luiz Gonzaga, onde ficou internado de 1º a 4 de julho.
No dia 4, o caminhoneiro pediu para ser liberado e seguiu para Itaqui, sua cidade natal. Lá, procurou o hospital local e, já em estado grave, foi encaminhado para a UTI da Santa casa de Uruguaiana, onde morreu por parada cardiorrespiratória e quadro de pneumonia grave. O teste de gripe A foi feito no dia 1º, em São Luiz Gonzaga, e o diagnóstico foi confirmado no dia 8 deste mês pela Fundação Oswaldo Cruz.
No município de Uruguaiana, que faz fronteira com a Argentina e o Uruguai, há um caso confirmado de gripe suína, 21 casos suspeitos e 50 pessoas em monitoramento.

Fundação Cristiano Varella 728

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui