CANTINHO DE FÉ – PARABÉNS CRIANÇAS

65

Neste dia 12 de outubro comemoramos festivamente o Dia das Crianças.
Justas homenagens a elas são feitas e as igrejas intercedem em favor de cada uma.
Elas carecem de muita oração, pois são frágeis, imaturas, inseguras e propensas ao erro.
Certo poeta assim escreveu:
“QUANTO VALE UMA CRIANÇA?VALE TUDO.
VALE O AMOR.
VALE A GLÓRIA DE ENSINÁ-LA.
VALE A VIDA QUE ELA VIVE.
VALE A TERRA.
VALE O MUNDO.
VELE A BÊNÇÃO DE MOLDÁ-LA,
PARA SER PESSOA DE BEM E SER LUZ”.
Jesus disse que devemos nos tornar como crianças.
A criança é símbolo de entrada nos céus.
Jesus disse que dos tais é o reino dos céus.
Por isso devemos dizer: QUERO SER COMO CRIANÇA.
Mas, na verdade, por que devemos ser como criança?
Quero ser como criança, pois ela é símbolo de pureza, santidade e limpeza.
Uma criança, apesar de ser concebida em pecado, nunca pecou. Ela é sinal vivo de uma vida pura, sem mancha ou mácula. O Deus santo requer de seus filhos santidade.
Quero ser como criança, pois ela é símbolo de simplicidade, humildade e inocência.
Na mente de uma criança não há lugar para a maldade, violência e nem qualquer tipo de agressividade.
Ela é sinal vivo de uma vida de paz, harmonia e sem qualquer tipo de maldade contra o próximo.
Quero ser como criança, pois ela é símbolo de brandura, candura e mansidão.
Ao olharmos para uma criança é possível perceber meiguice, brandura e amabilidade. Ela é sinal vivo de uma vida equilibrada, tranqüila e sossegada.
Quero ser como criança, pois ela é símbolo de verdade, honestidade e transparência.
As ações de uma criança são verdadeiras, pois a mentira e o engano não fazem parte de seu dia a dia. Ela é sinal vivo de retidão, verdade e de uma vida correta.
Quero ser como criança, pois ela é símbolo de alegria, amor e felicidade.
Uma criança alegra qualquer ambiente. Ela é sinal vivo de amor e ternura. Quando se quer exemplificar o amor e a alegria basta mostrar uma criança.
Quero ser como criança, pois ela é símbolo de dependência, submissão e ajuda.
Uma criança não sobrevive sozinha. Ela depende de ajuda, especialmente de seus pais. Ela é sinal vivo de dependência do Pai Eterno. Todos nós carecemos do auxílio divino, senão pereceremos.
Rev. Anderson Sathler
Pastor da Igreja Presbiteriana de Manhuaçu e Presidente da AMEM

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui