O diabólico jogo de cartas

109
Pr. Helio Cordeiro Volotão

É comum em muitos lares o uso do jogo de cartas como passatempo e brincadeiras inocentes. Em muitos casos os que assim procedem o fazem inocentemente. Outros, no entanto, ainda não conseguiram extirpar resquícios de antigos vícios. Terminam por produzir testemunho negativo juntos aos não crentes que insistem em afirmar igualdade de comportamento com os filhos de Deus.

Há salvos, que ao serem advertidos, reafirmam a inocência de tal proceder. “Não há nenhum pecado num simples jogo de cartas entre pessoas crentes”, dizem. Mas o significado da própria palavra baralho contesta tal afirmação. A palavra significa: confusão, conflito, urdidura. Tal significado seria suficiente para não existência de baralho em lares cristãos.

Quem conhece a origem das cartas de jogar, também compreende porque as cartas estão relacionadas com práticas satânicas, adivinhação, esconjuração, etc. As cartas foram criadas no ano de 1392 para o uso pessoal do rei Carlos da França, visando minorar os seus sofrimentos de debilidade mental. O criador das cartas era um homem degenerado e mal, escarnecedor de Deus e seus mandamentos (Gl. 6: 7).

Para a sua criação maligna escolheu figuras bíblicas. O rei representa o diabo. A dama, Maria a mãe do Senhor Jesus. Assim de modo blasfemo, fez o nosso Senhor um filho de Satanás e Maria. Copas e ases representam o sangue do senhor. O valete (resisto escreve – lo) o próprio Senhor Jesus. Paus e outros símbolos representam à perseguição e destruição de todos os salvos. Seu desprezo pelos Dez Mandamentos foi expresso pelo número dez das suas cartas.

Quem conhece essa origem diabólica do jogo de cartas, compreende também as conseqüências satânicas que acompanham os jogos. Não é de admirar que a adivinhação funcione tão bem com as cartas, pois são sinais diabólicos ( Dt. 18: 9 – 14; Is. 8: 19; At. 16: 16 – 18).

O professor de teologia Abraham Meister adverte contra o jogo de cartas: “Nenhum jogador lembra da realidade de satanás e dos demônios que estão envoltos neste jogo”.

Como filhos de Deus não devemos nos envolver com jogos de cartas nem por brincadeira; pois não se brinca com Satanás.

A história da ciência oculta está estreitamente ligada com a criação das cartas de jogar. Não há dúvidas que as cartas, em razão da sua origem escarnecedora, são diabólicas.

Cresce a cada dia a ação do maligno em nossa sociedade. Usando os mais variáveis recursos. Satanás tenta desesperadamente envolver até mesmo os salvos.

O verdadeiro crente possui outros recursos para se alegrar e divertir. Não há necessidade de se usar meios proposto pelo maligno (Sl. 1: 1 – 6). O testemunho do salvo, até mesmo nos momentos de folguedos, há que comprovar o poder transformador do Evangelho. Somos novas criaturas, geradas pelo sangue precioso de Cristo, a produzir um novo estilo de vida e comportamento (Col. 3: 1).

Até mesmo no divertimento, o verdadeiro salvo é diferente dos pecadores sem Cristo. Buscamos não apenas uma alegria transitória, mas a verdadeira alegria de vidas santificadas pelo Espírito Santo. Vidas que glorificam o Senhor diuturnamente.

Extraído da Revista Manancial – Segundo Trimestre/1988

Enviado por Pr. Helio Cordeiro Volotão

[email protected]

2 COMENTÁRIOS

  1. “Para a sua criação maligna escolheu figuras bíblicas. O rei representa o diabo. A dama, Maria a mãe do Senhor Jesus. Assim de modo blasfemo, fez o nosso Senhor um filho de Satanás e Maria. Copas e ases representam o sangue do senhor. O valete (resisto escreve – lo) o próprio Senhor Jesus. Paus e outros símbolos representam à perseguição e destruição de todos os salvos. Seu desprezo pelos Dez Mandamentos foi expresso pelo número dez das suas cartas.” Isso foi sitado pelo autor, naum faz sentido Porque o reis representa o satam, e a dama maria, As letras vem do Ingles King: Reis Queen: Rainha e Jack (era um nome muito comum entre os camponeses servos do rei na Inglaterra)O baralho nao foi feito na França foi Adaptado lá , A carta 10 é só um numero < como o resto 23456…

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui