Fim dos Outdoors

278

Dizem_por_aiJá está em andamento projeto para colocar fim da mídia outdoor, a Prefeita Elisa (PT) de Governador Valadares, dá continuidade aquilo que já está sendo feito nas capitais como São Paulo e Belo Horizonte (das 3.000 placas só ficaram 400). Do jeito que anda a renda e empregos em Valadares, resta saber como será mais esta investida.
Suplentes de vereadores
Todos estão festejando em todo o Brasil, a PEC aprovada pela Câmara, mas, dizem que o ministro Ayres, vai acabar com a festa. Caso a lei seja aprovada valerá só para a próxima eleição.

Dez mais
O deputado federal Mário Heringer (PDT), coordenador da bancada mineira na Câmara, entrou na lista deste ano dos Cabeças do Congresso Nacional divulgada todos os anos pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). Entre os mineiros em ascensão estão a deputada Jô Moraes, líder do PCdoB, Odair Cunha (PT) e Júlio Delgado. “Eu estou muito à vontade: eu não envergonho a minha região, nem meu Estado, nem meu País”, disse Mário Heringer.

As reeleições causam um desserviço ao povo e provoca corrupção
Na realidade a sociedade não anda nada satisfeita, com conchavos políticos que são feitos prevendo a reeleição dos políticos sabemos que muitas medidas ruim para o povo são adotadas prevendo a permanência no poder, se não existissem as reeleições o político cuidaria melhor das finanças e de seu mandato já que poderia ser alvo de uma fiscalização pelo seu sucessor casos de corrupção são blindados pelo poder maior como foi o caso Sarney defendido pelo presidente Lula, PT e PMDB, lógico que se o presidente Lula não pensasse em eleger seu sucessor tudo isso seria diferente o maior desserviço no Brasil é a chamada reeleição, que deveria ser extinta em todos os níveis, se não fosse a sede pelo poder, com certeza fatos como esse vergonhoso do Sarney teria sido apurado.
Dizem que as novelas da Globo retrata bem o dia-adia dos políiticos brasileiros atualmente a novela “Paraiso” retrata a vida dos prefeitos, vale ou não vale a pena ter um jornal que se preocupa com o bem estar da sociedade? Pergunto-me quantas vezes o Jornal das Montanhas foi pauta de salas de aula, de saudáveis discussões familiares, de auxilio a trabalhos escolares e principalmente vetor de coesão social e esclarecedor de fatos sociais. Bendita a sorte de um povo que pode contar com a seriedade de um órgão de imprensa. Lucidez, conhecimento de história social e política e capacidade de retratar as cidades da região e cuja missão é tão decisiva no curso da história do nosso rincão.O Jornal das Montanhas é meu parceiro no amor por Manhuaçu e região, com quem estabeleço uma relação dialética com os fatos da cidade e do Brasil. O projeto e o papel do Jornal das Montanhas são indispensáveis à saúde política da nossa cidade e região.

Secretário Executivo do Ministério do Esporte visita Manhuaçu
No Domingo, dia 13 de Setembro, Manhuaçu recebeu a visita do Secretário Executivo do Ministério do Esporte e dirigente do PC do B Watson Ribeiro, para tratar de laços políticos entre o Ministério do Esporte e a Prefeitura Municipal de Manhuaçu. Foi discutido sobre a importante parceria entre o Ministério do Esporte com o município, parceria essa ligada basicamente a três eixos. O primeiro eixo visa o esporte como um fator de inclusão social, que é um programa que o Ministério desenvolve chamado “Segundo tempo” direcionado a crianças e jovens de 7 a 17 anos, essas crianças e adolescentes são atendidas no contra turno escolar, são núcleos formados por cem crianças, cada núcleo com um coordenador, dois monitores, material esportivo e alimentação para cada participante, tudo isso financiado pelo Governo Federal e pelo Ministério, a contrapartida da prefeitura é abrir seus espaços para que o programa seja inserido na cidade.
A segunda parceria importante diz respeito às reformas dos materiais esportivos já existentes, onde a prefeitura e a secretaria de esportes já estão fazendo esse levantamento e avaliando a demanda da cidade, desde que haja essa contrapartida do município, Manhuaçu poderá receber até dezembro recursos para que possa fazer reformas e qualificar mais os espaços de prática esportiva e de lazer na cidade. A terceira proposta diz respeito a lei de incentivo ao esporte, esta lei permite que empresários reduzam em até 5% do imposto devido para que esse dinheiro seja aplicado em projetos esportivos. Manhuaçu é uma cidade grande que possui muitas empresas, tem um comércio forte e projetos esportivos que a prefeitura tem interesse. O Ministério aprova esses projetos e a prefeitura em um grande trabalho de mobilização dos empresários locais pode fazer com que esses empresários financiem esses projetos, na verdade esse é um dinheiro que eles já pagariam ao Governo Federal, a intenção do governo é estar abrindo mão deste dinheiro para que esse dinheiro ossa estar sendo revertido para o financiamento do esporte nessas cidades. “A principal marca do ministério tem sido acreditar que o esporte é um fator de inclusão social, o objetivo do ministério não é apenas formar atletas, mas formar cidadãos baseados nos valores do esporte”, salientou o Sec. Executivo do Ministério do Esporte Watson Ribeiro. (Vitor Hugo Mendes)

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui