Colônia de férias em Manhuaçu

21
Ivone Ribeiro de Almeida

Nunca havíamos visto a realização de uma colônia de férias em Manhuaçu. Pode até ter havido alguma, mas não é de nosso conhecimento. Movimentou muito a cidade com a algazarra da meninada, vestidos de camisetas fabricadas especialmente para este evento não muito comum. Usavam bonés e portavam mochilas com seus apetrechos. Organizada pela Prefeitura de Manhuaçu, Tiro de Guerra, 11ª DRE e 11º BPMMG.

A parte das pinturas de muros, murais cartazes e calçadas foram coordenadas pelas professoras Dª Eula Sathler, Carmen Baumgratz, Vera Cândida de Salles (mãe e filha). Usando de toda a sua criatividade, os colegiais, de posse de tintas de várias cores, enchiam de pinturas, os locais a estas destinadas. Os desenhos eram muito interessantes, geralmente havia neles bandeiras do Brasil, palavras de patriotismo e muito civismo. Fizeram visitas ao 11º Batalhão, percorrendo todas as suas dependências, inclusive a piscina, dialogaram com alguns policiais com a maior liberdade.

Esta colônia de férias fazia parte de um programa, intitulado CNPVM (Campanha nacional de Preservação dos Valores Morais). Participaram todos os alunos de todas as escolas e colégios, pertencentes a 11ª DRE, cuja delegada era a professora Vera Lúcia Espitchit de Souza. A fábrica de camisas Cavarelli colaborou com os uniformes da campanha.

No Tiro de Guerra, na Rua Monsenhor Gonzalez era distribuído os lanches, muito fartos, constando de sanduíches, leite, sucos, e frutas. Presenciamos até crianças menos favorecidas, não pertencentes à Campanha, recebendo a gostosa merenda (está registrado no filme).

Algumas palestras sobre a campanha dos Valores Morais foram realizadas. Foi muito bom porque os alunos estavam de férias e preencheram seu tempo com as atividades da Colônia. Ginástica, exercícios físicos, natação e tudo mais. A programação foi bem extensa.

Nas outras cidades também houve a participação dos colégios pertencentes a 11[ DRE, aliá s, esta Campanha foi a nível estadual. Apresentados todos os trabalhos, como Urais, álbuns, desenhos, fotos da 11[ DRE, comparecemos em BH, levando os melhores escolhidos por uma comissão. Bem como os trabalhos de todas as DRE do Estado de Minas Gerais, onde houve  uma grande exposição inclusive com a participação da capital do estado. As professoras; Celeste  Maria Fraga, Ivonne Ribeiro de Almeida, Carmem Baumgratz, Cristina Vargas e outras  fizeram parte da comissão que levou os trabalhos da 11ª DRE a BH.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui