Atlético-MG aprova orçamento de quase R$ 100 milhões para 2010

240

Em reunião realizada na noite desta segunda-feira, o conselho deliberativo do Atlético-MG aprovou orçamento de R$ 100 milhões, aproximadamente, para a temporada de 2010. Os conselheiros aprovaram por unanimidade o orçamento proposto pelo presidente Alexandre Kalil.

O orçamento para 2010 é praticamente o dobro do que foi praticado nesta temporada. Para viabilizá-lo, Alexandre Kalil conta com o aporte de receitas advindas de novos parceiros e também da venda de jogadores.

“Seguramos um pouco este ano e passamos um pouco de fome, para comer o filé em 2010. Esse orçamento não significa que vamos montar uma “selegalo”. Para que vou prometer isso para a torcida? Vou trazer Pelé, Maradona? Contratar o Cerezo de volta? Não… Vamos contratar cirurgicamente bons jogadores, apenas isso”, disse Kalil.

Na semana passada, o presidente atleticano anunciou que o clube fechou contratos de patrocínio com o banco mineiro BMG – o anunciante master – e com a empresa Ricardo Eletro, esta para a manga das camisas. Os valores não foram revelados.

O orçamento para 2010 estabelece também que o Atlético-MG apure cerca de R$ 20 milhões com a venda de jogadores. O carro-chefe nesse sentido seria o atacante Diego Tardelli. Alexandre Kalil já chegou a afirmar, inclusive, que dificilmente o atacante não será vendido na próxima janela de transferência para o futebol europeu, a partir de janeiro.

Com contrato até o fim de 2010, o técnico Celso Roth ficou satisfeito com o novo orçamento do Galo. “A gente quer dar continuidade a esse trabalho e também melhorá-lo. A responsabilidade é grande”, afirmou o técnico.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui