Parceria do ídolo Evair com a empresa LeoVegas acende discussão sobre apostas esportivas no Brasil

660

Firmando neste ano a contratação do ex-jogador do palmeiras e um contrato de patrocínio com o clube de futebol Guarani, Leovegas e Evair buscam aumentar sua popularidade de forma exponencial por nossas terras, agora tendo seu logo estampado na parte frontal da camiseta do time.O ex-jogador consegue ver a longo prazo, como as apostas esportivas podem se tornar algo extremamente popular e de que a reação pública ao mercado será positiva. Afinal vivemos no país que respira esporte, e o futebol é um dos motores desse organismo, trazer algo que agregue com o entretenimento é sempre um ponto positivo para se evitar a monotonia e se atrair mais  público, para ambas as modalidades.

Com as recentes medidas em tramitação para a regularização das casas de apostas e diversificação da modalidade do jogo no Brasil e mesmo com a resistência política para sua aprovação e efetivação, a LeoVegas, empresa sueca do ramo de apostas esportivas, enxerga o potencial do desenvolvimento do mercado brasileiro nesse ramo.

O próprio Evair comenta com otimismo o futuro do negócio de apostas esportivas em território nacional, mencionando que é um mercado popular pela Europa e em países em que é permitida, é um mercado que movimenta grandes quantias de dinheiro, e caso se estabeleça em nosso país, o futebol não ficaria de fora, qual provavelmente se tornaria principal objeto das apostas disputadas.

Seria a oportunidade perfeita de se unir uma paixão nacional com uma modalidade diversificada de entretenimento, adicionando uma porção extra de adrenalina em cada partida por parte dos espectadores.

A empresa ainda firmou parceria com a Neteller, empresa que administra um sistema de pagamento e transferências online com agilidade, e incentiva seu uso como principal plataforma para investimentos em carteira digital para a realização das apostas gerenciadas, promovendo maior comodidade para o jogador e assegurar que seu lance está assegurado.

O esporte no Brasil está prestes a ser visto com um novo olhar, não como negócio apenas para os donos de clubes, mídia e veículos publicitários, mas também para sua própria audiência. Apostar na expansão desse mercado no nosso país não é uma hipótese cega, é uma ideia com boas chances de funcionar e tornar as relações entre a população e o esporte mais próximas de novas formas. É o tipo de aposta que nenhum dos lados deve sair perdendo.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui