STJD dá 15 dias de gancho para Kalil, mas libera Guilherme Santos

235
STJD dá 15 dias de gancho para Kalil, mas libera Guilherme Santos Ambos foram julgados por incidentes ocorridas na goleada sofrida por 4 a 0 para o internacional

O presidente atleticano Alexandre Kalil e o lateral esquerdo Guilherme Santos, foram julgados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e acabaram punidos por incidentes na derrota por 4 a 0 para o Internacional. O dirigente alvinegro terá que cumprir 15 dias de suspensão e ainda vai pagar uma multa de R$ 2 mil. Já Guilherme Santos foi punido com um jogo de suspensão pelo cartão vermelho levado na partida contra o Internacional. Como já cumpriu a pena, poderá enfrentar o Santos, no próximo sábado.

Além dos 15 dias de suspensão, Kalil já estava cumprindo outra pena, de 20 dias, em razão de problemas ocorridos na partida entre Atlético-MG e Grêmio Barueri pela Copa do Brasil. Na ocasião, o árbitro Paulo Henrique Bezerra relatou na súmula, que o dirigente ocupava lugar no banco de reservas durante o andamento do jogo, o que não é permitido.

Dessa forma, Kalil vai cumprir ao todo 35 dias de afastamento dos gramados, e Dorival Júnior terá uma dor de cabeça a menos, já que Guilherme Santos terá condições de jogo. Caso fosse punido, o treinador atleticano teria que utilizar o jovem Eron na lateral ou improvisar outro jogador, já que Leandro está lesionado e fora de combate.

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui