Senador Cleitinho volta a Manhuaçu para prestar conta de seu trabalho

87
https://www.youtube.com/watch?v=MDF_RasuGbo&t=16s

Por Devair G. Oliveira
O senador Cleitinho (Republicanos-MG) vem se destacando desde sua posse, hoje é talvez o único senador que poderá se candidatar em qualquer estado do Brasil que será eleito, é minha opinião por tudo que ouço dele na mídia.

Cleitinho, para muitos não teria condições de se eleger, por não pertencer aquele grupinho que todos nós conhecemos na política, tanto é assim que tentaram tirá-lo do jogo, mas Cleitinho é corajoso e acredita no seu trabalho, é popular, humilde e muito inteligente, hoje conquistou prestigio enorme do povo mineiro e até de seus pares no Senado. Cleitinho acredito que deva ser o senador que menos gastou em sua campanha.

Ele é despojado de vaidade e assim que sai do congresso tira o terno e gravata e se iguala aos seus eleitores, foi muito engraçado vê-lo carregando um carrinho de picolé e distribuindo para todos que passavam na BR 262 sua marca registrada que marcou sua campanha, e assim que foi eleito correu atrás dos responsáveis para conseguir o recapeamento da BR 262, e esta é a segunda vez que volta a Manhuaçu desta vez para prestar conta de seu trabalho na conquista do recapeamento da BR.

O senador tem credibilidade defende, constantemente o combate à corrupção na política. Ele disse considerar a Operação Lava Jato como um avanço na luta contra a corrupção no Brasil.  

— Quem ferrou o país foram os políticos que roubaram do país. A Lava Jato só veio para escancarar e desmoralizar a classe política — afirmou.

Além disso, o senador registrou que apresentou (PL 1.158/2023) para proibir a suspensão, retenção, bloqueio ou proibição de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), passaporte e direito de prestar concurso público, como forma de garantir execução de dívida. Ele mencionou que recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) considerou constitucional o direito de juízes suspenderem a CNH. Para Cleitinho, essa decisão restringe direitos fundamentais dos cidadãos brasileiros, além de impedir que, “com esses instrumentos e com o trabalho”, busquem maneiras de arrecadar a pecúnia para saldarem as dívidas.

Agência Senado


FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui