17 deputados infiltrados do “PL” não assinaram o impeachment de Lula

105

Por Devair G. Oliveira
O partido do ex-presidente Jair Bolsonaro PL tem 17 deputados que não assinaram o pedido de impeachment liderado por Carla Zambelli (PL-SP) contra Lula (PT) protocolado na última quinta-feira (22/2) na Câmara. O pedido de Zambelli conta com 139 assinaturas e outros quatro, segundo a deputada, devem constar na lista.

Os parlamentares argumentam que o petista infringiu artigo da Constituição Federal que prevê como crime de responsabilidade “cometer ato de hostilidade contra nação estrangeira, expondo a República ao perigo da guerra, ou comprometendo-lhe a neutralidade”, conforme o Artigo 5° da Constituição Federal.

Entre os políticos, destaca-se o próprio líder do PL na Câmara, o deputado Altineu Côrtes, além de figuras não vinculadas  à direita, mas que estão no partido.

Antonio Carlos Rodrigues, ex-ministro dos Transportes durante o segundo mandato de Dilma Rousseff, e Robinson Faria, ex-governador do Rio Grande do Norte e pai do ex-ministro das comunicações Fabio Faria, não aderiram ao pedido.

Também não assinaram o documento o deputado federal Tiririca, atualmente em seu terceiro mandato por São Paulo, e outros parlamentares como Henrique Júnior (MA), Icaro de Valmir (SE), João Carlos Bacelar (BA), Jorge Goetten (SC), Luciano Vieira (RJ), Luiz Carlos Motta (SP), Matheus Noronha (CE), Paulo Marinho Jr (MA), Rosângela Reis (MG), Sonize Barbosa (AP), Soraya Santos (RJ), Vinicius Gurgel (AP) e Wellington Roberto (PB).

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui