Barriga de aluguel

296

barriga-de-aluguel-53-62-thumb-570Em São Paulo, região do Grande ABC casais divulgam telefone, endereço e e-mail na internet oferecendo o negócio que é normalmente tratado com o marido os preços são negociados até por R$ 200 mil. Oferecer o útero para gerar o filho de outra pessoa por dinheiro é prática proibida no Brasil.
Mas no Grande ABC o serviço pode ser contratado entre R$ 100 mil a R$ 200 mil, fora as despesas médicas e o procedimento de inseminação artificial que dependendo da clínica pode chegar a até R$ 20 mil.
Mais de 10 mulheres da região anunciaram o serviço pela internet. Há endereços, telefone e e-mails para contatos.
Anúncio de uma moça de Santo André
“Tenho 24 anos, tenho uma filha, não tenho vício, e tenho hábitos saudáveis.
Alugo minha barriga para casais que não podem ter filhos e queiram inseminação artificial.
O casal poderá acompanhar toda a gestação. R$ 100 mil + despesas (médicas)”
O anúncio oferecendo o serviço para realizar o sonho de famílias que biologicamente não podem gerar filhos, pode ser visto em sites que basta a pessoa fazer um cadastro e fazer sem custo o seu anúncio.
Anúncio de uma moça de Diadema
“Alugo minha barriga para casal que desejam mais não podem ter filhos, tenho 32 anos, sou separada e tenho 2 filhos. Valor R$ 200 mil”

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui