Bolívia entrega à Argentina militar acusado de torturas e assassinatos

181

O governo da Bolivia entregou à Argentina um ex-militar acusado de envolvimento em uma série de abusos de direitos humanos. Luís Enrique Baraldini é acusado de ter torturado e assassinado militantes de esquerda durante a ditadura militar argentina, entre 1976 e 1983.

Baraldini, de 73 anos, estava foragido desde 2003 e foi preso ontem (25) na cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra. Segundo funcionários da área de migração do país ele portava documentos falsos.

Das agências Telam e BBC Brasil

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui