Clovis Pires, maior produtor de tomates semi-orgânicos da região de Manhuaçu/MG

170

Por Devair G. Oliveira
A região de Manhuaçu é dominada pela monocultura do café, mas nem todos sabem que o Distrito de Dom Correa em Manhuaçu está o maior produtor de tomates da região. Nos simpósios de cafeicultura vez ou outra se discute uma maneira de diversificar a produção das lavouras e aí está um bom exemplo, apostar na diversificação de atividades pode ser uma boa alternativa para melhorar a rentabilidade de uma propriedade rural.

“A ACIAMAR  – Associação dos Empresários do Comércio, Indústria, Agronegócios e Prestadores de Serviços de Manhuaçu e Região, estivemos no último sábado (23) na propriedade do nosso associado, o produtor rural Clovis Pires, maior produtor da região e referência no Brasil na produção de tomates”. Disse Aloísio Campos presidente da associação.

Segundo Sr. Clovis a região necessita diversificar a produção buscando maior produtividade e aproveitamento melhor do solo e da mão de obra, pois o café após a colheita os produtores ficam ociosos por um bom período. “Desde 1976 até hoje trabalho com plantação de tomates e graças a Deus não parei, tive que buscar alternativas para melhorar a produção, em 1980 eu e Antônio Mendes que trabalhava na EMATER desenvolvemos uma maneira de produzir melhor e fizemos o tão conhecido hoje, o plantio utilizando o fitilho, na época improvisamos com bambu e barbante, hoje o fitilho é largamente usado pelos produtores, mas na época não existia este material usávamos em cada pé de tomate um bambu e o barbante. Desenvolvemos este projeto que é o tomate cultivado no fitilho. Hoje vou te apresentar o que é de mais moderno na plantação de tomate: o fitilho no vaso com irrigação automática”. Destaca Clovis Pires.

Segundo o Sr. Clovis se ele aumentasse sua produção 20 vezes não atenderia todos os pedidos, mas nada cai do céu o Sr. Clovis viajou para algumas regiões do Brasil, interior de São Paulo, depois Estados Unidos, México buscando conhecimentos para melhorar a região. “Meu sonho é ver a região produzindo em ambiente protegido que é o futuro do mundo inteiro hoje poderíamos estar produzindo muito mais se houvesse vontade política e apoio um planejamento com recursos do governo para incentivar os produtores a diversificação da cultura, pois a monocultura do café que domina nossa região, os trabalhadores ficam cinco meses sem serviço, já a policultura além de não agredir o meio ambiente dá serviço o ano todo”.  Comenta Clovis.

A produção de Dom Correa abastece parte dos mercados de Governador Valadares, Caratinga, Belo Horizonte, Porto Alegre, Parte de São Paulo e Rio de Janeiro.

Clovis Pires defende que o sistema de plantio telado apresenta-se como alternativa eficaz para a cultura do tomateiro, pois combate a praga, descartando o uso de agrotóxicos. “Este novo manejo sem uso de defensivos agrícolas vem mostrar que práticas desta natureza devem ser estimuladas. O sistema protegido “telado” é uma prova de que é possível produzir tomate respeitando o meio ambiente, sem agrotóxicos e com baixo custo para o produtor”, afirma.

Telado tem toda a cobertura do teto e paredes feitas por telas (malhas). No sistema de produção em ambiente protegido, algumas técnicas devem ser adotadas, como o posicionamento da estufa, buscando evitar os ventos de maior intensidade predominante.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui