ABF firma parceria com CACB e CMEC para alavancar empreendedorismo feminino no franchising

139

Foto – Da esq para direita, Ivani Boscolo, vice-presidente do CMEC; Eduardo Santioni, diretor-adjunto de Expansão da ABF;  presidente do CMEC, Ana Claudia Braida Cotait; Darcy Mendes, conselheira do CMEC

Trabalho conjunto da Associação Brasileira de Franchising, do Conselho Nacional da Mulher Empreendedora e da Cultura (CMEC) e da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) visa ampliar o empreendedorismo feminino e a liderança das mulheres nos negócios

São Paulo, setembro de 2023 – A ABF – Associação Brasileira de Franchising, com o objetivo de ampliar ainda mais a participação das mulheres no setor, valorizando também a diversidade e a equidade de gênero, anuncia parceria com oConselho Nacional da Mulher Empreendedora e da Cultura (CMEC) e com a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB). O trabalho conjunto das entidades acaba de ser formalizado por meio da assinatura de um documento, na sede da CAC, em Brasília. A parceria prevê o desenvolvimento de ações conjuntas voltadas para a promoção do empoderamento feminino por meio da sua autonomia financeira.

De acordo com pesquisa da ABF, atualmente o setor de franquias brasileiro reúne mais de 184 mil operações, de 3 mil redes, com um faturamento que superou os R$ 211 bilhões em 2022. Um levantamento do Portal do Franchising revela que, entre as unidades franqueadas, 48% das pessoas que buscam uma franquia são mulheres, elas estão presentes em todos os segmentos do franchising, porém somente 19% das empresas franqueadoras são lideradas por mulheres.

O franchising tem muitas histórias de empreendedorismo feminino de sucesso em segmentos como Alimentação, Educação, Moda, entre outros. Uma sensibilidade maior aliada à aptidão para lidar com pessoas, indispensável no setor, são habitualmente características associadas às mulheres, que têm um papel fundamental de liderança, e de formadoras de novas líderes. Para a ABF, o franchising ético e consciente implica no cuidado com todos os stakeholders, e as mulheres também se sobressaem neste aspecto. Além disso, reconhecido por abrir portas para muitos trabalhadores no primeiro emprego, recebe entre eles muitas mulheres.

Empreendedora de sucesso e importante liderança feminina do franchising, Adriana Auriemo, vice-presidente da ABF, ressalta que “ao estabelecer essa parceria com duas instituições tão representativas como o CMEC e a CACB, a Associação reafirma seu compromisso e seu propósito em alavancar e valorizar o empreendedorismo feminino, o empoderamento e a participação das mulheres no franchising. Sabemos que empresas mais inclusivas e diversas são mais rentáveis e o setor de franquias, por meio dessa parceria, está ampliando sua contribuição nesse sentido”.

Dados do CMEC indicam que existem mais de 650 conselhos da Mulher no Brasil. De acordo com a presidente da entidade, Ana Claudia Badra Cotait, a parceria com a ABF motivará mais mulheres a abrir e liderar seus negócios. “O CMEC atua em prol da mulher empreendedora e em gerar oportunidades de liberdade financeira e gestão de negócios para elas, e ter a ABF conosco, como mais uma aliada para essas mulheres, é muito importante”, ressalta.

Sobre a ABF
A ABF – Associação Brasileira de Franchising é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 1987, que representa oficialmente o sistema de franquias brasileiro. O setor registra um faturamento anual superior a R$ 211,488 bilhões em 2022, mais de 184 mil operações e cerca de 3.000 marcas de franquias espalhadas por todo o Brasil. Além disso, o franchising brasileiro responde por aproximadamente 2,7% do PIB e emprega diretamente mais de 1,5 milhão de pessoas. Atualmente com cerca de 1.650 associados e cobrindo todo o território nacional por meio da seccional Rio de Janeiro e de regionais (Centro-Oeste, Interior de São Paulo, Minas Gerais, Nordeste e Sul), a entidade reúne franqueadores, franqueados, advogados, consultores e demais fornecedores e stakeholders do setor. Não sendo um órgão regulador, o propósito da ABF é fomentar o franchising brasileiro, nacional e internacionalmente, para que ele se mantenha próspero, sustentável, inovador, inclusivo, íntegro e ético. A Associação dedica-se a aperfeiçoar o sistema de franquias brasileiro por meio da capacitação de pessoas em diversos cursos presenciais e on-line, do estímulo à inovação, da disseminação das melhores práticas, da representação junto às diversas instâncias públicas e divulgação dos resultados do setor. Acompanhe as notícias da ABF na newsletter semanal e gratuita www.abf.com.br/abfnews.

Sobre o CMEC
Presidido por Ana Claudia Badra Cotait, o CMEC – O Conselho Nacional da Mulher Empreendedora e da Cultura atua como um fórum de referência de estudos, debates e inspirações à mulher empreendedora, além de desenvolver ações, campanhas e projetos sociais e culturais. Também atua como instrumento para que lideranças femininas discutam seus problemas e apresentem propostas que mobilizem a comunidade empresarial e a sociedade organizada. Possui mais de 650 conselhos da mulher, distribuídos entre as por todos os estados do Brasil.

Sobre a CACB
A Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) é formada por 27 federações, representantes de cada um dos estados, que agregam cerca de 2000 associações comerciais e empresariais que associam, por adesão voluntária, milhares de empresários em todo o país. A CACB é uma organização multissetorial que reúne empresários de todos os setores da economia, como comércio, indústria, agropecuária e serviços, de empresas de todos os portes e profissionais liberais.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui