Porque o mundo ficou tão complicado?

150

Por Devair G. Oliveira
Desde que o mundo é mundo convivemos com o bem e o mal, para os conhecedores da palavra pregada por Jesus Cristo ele sempre dizia que existem dois caminhos um é largo e falso que leva a perdição, o outro é um caminho mais estreito e Jesus disse que poucos são os que entram por ele, Mateus 7:13,14. Se você acompanhar a história, verá que tudo isso faz sentido. Pensador: “ Para toda história sempre existem duas versões e a verdade. Se você só conhece uma das versões então você não conhece nada”.

Não vamos detalhar muito, pois seria necessário muito espaço, mas com certeza você irá entender se estiver ligado nos acontecimentos no Brasil e no mundo, preste bastante atenção e verá que mesmo um país tendo uma constituição, uma lei, uma regra dependendo de qual grupo esteja no poder, eles passam por cima, sempre foi assim no mundo e por isso que acontecem as guerras. A elite dominadora é um grupo pequeno de pessoas  que detém o prestígio e o domínio sobre o grupo social, dependendo das circunstancias este grupo do mal se infiltram no grupo do bem para obter vantagens e voltam a se organizarem para atingir seus objetivos, a cada período os dominadores vão se aperfeiçoando em suas técnicas, as pessoas sempre procuraram se inteirar dos conhecimentos para sobreviverem e assim se passaram séculos, as pessoas para não serem enganadas socorriam aos líderes religiosos, aos professores, os mais estudiosos também buscavam conhecimentos na literatura.

Até então, que essa elite dominadora começou perceber que precisava dominar as igrejas, as universidades e outras entidades para terem como braço dentro das organizações e hoje eles dominam praticamente quase tudo, a prova é que hoje vemos religiosos famosos que defendem essa gente, pois pensando bem, como pode um religioso defender uma causa que é contrário as Escrituras Sagradas. Infelizmente, hoje em determinadas universidades acontece coisas contrário aos bons costumes, e muita podridão exatamente para cumprir uma agenda, isso desagrada qualquer pessoa de bom senso não sente confortado com estas coisas, e com isso muitos alunos abandonam a universidade, e veja que isso começou há muitos séculos.

Antigamente a Igreja Católica era uma só, houve a divisão, porém a história diz que foram por discordância de algumas doutrinas que não tem muito sentido, imagino que a verdadeira causa esteja na Inglaterra, existem muitos segredos na monarquia inglesa e quem estuda geopolítica sobre a Nova Ordem Mundial sabe da influência da Inglaterra em tudo que acontece no mundo, veja o que ganhou a Inglaterra, o rompimento trazia a vantagem de acabar com a influência da igreja na política da Inglaterra e deixava a nobreza local livre para apossar-se das terras e dos bens da igreja. Esses fatores serviriam para fortalecer o poder da monarquia inglesa.

Para quem acompanha a geopolítica, ao ler este texto logo pensará na guerra da Ucrânia e lado está a Rússia nessa luta de uma nova ordem mundial, esta semana fecharam as Igrejas Ortodoxas na Ucrânia, será que ainda pensam no Cisma, os poderosos conseguiram até eleger o Papa Francisco da igreja em Roma, já o chefe Patriarcal da Igreja Ortodoxa fica na Rússia, no mundo todo existem 250 milhões de fieis Ortodoxos.

O Cisma do Oriente levou o mundo cristão a se dividir, em 1054, entre os Católicos de Roma e os Católicos Ortodoxos, após o patriarca Miguel Cerulário ser excomungado pelo papa de Roma. Com essa decisão, Cerulário proclamou a separação oficial entre as duas igrejas, já que, para os orientais, Roma afastara-se das pregações originais de Jesus Cristo. A partir daí surgiria a Igreja Ortodoxa ou Igreja Católica do Oriente, com sede em Constantinopla, e a Igreja Católica Apostólica Romana, sediada em Roma. Até os dias atuais as igrejas permanecem cindidas, apesar de algumas tentativas de reaproximação realizadas desde o Cisma do Oriente.

Tipo Cisma cristão, data 16 de julho de 1054, também conhecido como Grande
Cisma. Causa – Diferenças eclesiásticas  Disputas teológicas e litúrgicasParticipantes – Papa Leão IX   e  Patriarca Ecumênico Miguel I Cerulário
Resultado – Divisão permanente das duas igrejas –   Igreja Católica e na Igreja Ortodoxa Oriental. Fonte: https://www1.unicap.br/observatorio2/?page_id=560

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui