Qual é o sentimento de Morais e Rodrigo Pacheco pela morte de preso na Papuda

82

Por Devair G. Oliveira
O ex-ministro do STF Marco Aurélio disse varias vezes sobre o que pensa de Morais e de Rodrigo Pacheco, os dois tem grande responsabilidade nos acontecimentos após o dia 8 de janeiro.

Hoje a repercussão da morte de Cleriston Pereira da Cunha, 46 anos, conhecido como “Clezão do Ramalho”, preso do 8 de Janeiro.

Detento teria sofrido um infarto fulminante. Ele cumpria prisão preventiva no complexo da Papuda. Polícia Federal investiga causas da morte

Ele era irmão do vereador Cristiano Pereira da Cunha (PSD), do município de Feira da Mata, no oeste da Bahia.

Há muitos pensamentos de que tanto Morais quanto Pacheco não contribuem para a paz social

Marco Aurélio Ex-ministro do STF, Alexandre de Moraes “não tem contribuído para paz social”. Ele também disse que errou “redondamente” ao dizer, em 2017, que o colega estava preparado para o cargo no Supremo. “Ele [Moraes] realmente não tem contribuído para paz social. Eu não vou tecer considerações maiores quanto atos que ele vem praticando e olhe que o conheço há muitos anos”, disse durante entrevista à Rádio Bandeirantes no dia (11.jan).

Também há varios textos do ex-ministro dizendo que as prisões deveriam ter sido lavradas só para extremistas que depredaram, e não para manifestantes que acampavam em frente ao QG do Exército, em Brasília. Ele disse que medida de levar para ANP (Academia Nacional de Polícia) é “um passo largo que não se coaduna com Estado Democrático de Direito”. Também criticou o afastamento do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), e disse que “se estivesse na bancada [do STF] eu não endossaria esse ato de força”.

É muitas coisas absurdas que aconteceram e todos os brasileiros sabem de tudo, viram as imagens de quem realmente vandalizou, viram autoridades que não deveriam estar lá, sabem das imagens que foram escondidas, sabem dos personagens que não foram ouvidos, de maneira que estas autoridades estão em uma tremenda enrascada.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui