Entrevista Aécio Neves, senador eleito por Minas Gerais:

195

1 – O sr. tem sido considerado no meio político e pela imprensa nacional como o grande vitorioso do primeiro turno das eleições em todo o pais. Como o sr. se sente?
Aécio Neves – Fiquei muito feliz, mas menos por ter sido vitorioso e mais pelo significado dessa vitória. Durante a campanha aqui em Minas, no primeiro turno, tive a oportunidade de dizer que apoiar o nome do governador Anastasia, um homem honesto, simples e digno, extremamente preparado, era a forma que eu tinha de retribuir todo o apoio e a confiança que tenho recebido dos mineiros ao longo dos anos. Era a forma que tinha de honrar e renovar os meus compromissos com Minas. Sempre tive muita confiança que, na medida em que as pessoas fossem tomando conhecimento do real significado das candidaturas colocadas, elas poderiam escolher por manter Minas no caminho que defendemos, o caminho da transparência, do compromisso social verdadeiro, de uma administração focada nos resultados que a população tem o direto de ter .

 2 – Mas o sr. esperava um virada tão ampla? Afinal o sr. enfrentou praticamente sozinho dois dos principais partidos de Minas o PMDB e o PT, além do próprio presidente Lula, da candidata Dilma… E a sua votação ainda foi maior que a do governador.
Aécio Neves – O presidente Tancredo tinha uma frase que eu gostava muito. Ele dizia que em política a gente deve esquecer as derrotas na hora e os triunfos logo em seguida, porque nem a magoa nem a vaidade são boas companheiras de viagem. Importante é a gente não esquecer nunca por que lutamos. O tamanho dos adversários que enfrentamos e o tamanho da vitória que obtivemos só fazem aumentar o meu sentimento de respeito e orgulho de Minas e dos mineiros. Nós não fraquejamos diante das ameaças, não acreditamos nas mentiras que foram contadas… Não é a toa que o Brasil olha pra Minas com tanta admiração!

 3 – E o segundo turno, foi uma surpresa?
Aécio Neves – Para o PT, acredito que sim, mas já dava pra perceber nas ruas um crescimento do sentimento das pessoas que não estavam convencidas em votar na candidata oficial. O segundo turno deu ao país um tempo precioso para os brasileiros aprofundarem suas reflexões. Sou o primeiro a reconhecer, e fiz isso durante os últimos oito anos, os méritos do presidente Lula e os avanços que o país viveu no governo dele. Mas é necessário reconhecer também que esses avanços ocorreram graças aos governos que o antecederam. Com o presidente Itamar, tivemos o Plano Real, sem o qual o Brasil não teria recuperado a estabilidade econômica. O governo Fernando Henrique modernizou o país, estabelecendo os marcos da política econômica que, inclusive, foi mantida integralmente pelo presidente Lula. Também foi no governo FHC que importantes ações governamentais ganharam solidez na área social, sob a coordenação de dona Ruth Cardoso. Acredito que será importante para o Brasil iniciarmos agora um novo ciclo com a manutenção dos programas e ações bem sucedidos, como o Bolsa Família, mas com a implantação de uma nova gestão no plano federal voltada para o interesse da população, e não em beneficio do projeto de poder de um grupo ou partido político. O Brasil poderá crescer muitas vezes mais, reduzindo sua desigualdade social, a partir de um Estado mais eficiente, que gaste menos com a máquina administrativa, cada vez mais partidarizada, e invista mais na melhoria de vida das pessoas.

 4 – E o segundo turno aqui em Minas?
Aécio Neves – Estamos levando a todas as regiões a nossa mensagem e os nossos argumentos a favor da eleição de José Serra. Os nossos adversários passaram toda a campanha no primeiro turno aqui em Minas dizendo que era fundamental que o governo federal e o governo estadual fossem aliados, fossem do mesmo partido político. Pois bem, agora eles têm uma oportunidade de mostrar aos mineiros que estavam sendo sinceros, que não estavam abusando da boa fé da nossa gente: os mineiros deram uma demonstração inequívoca do caminho que querem para Minas. Aqueles que acham que é importante o governo federal ser do mesmo partido que o governo estadual já tem um candidato no segundo turno: José Serra! Além disso, acredito que o significado dessas eleições está muito além de promessas de obras. Convido a todos para assistir no YouTube a uma fala do grande brasileiro Helio Bicudo, um dos fundadores do PT, e que pode ser encontrada na internet com o nome “Manifesto em Defesa da Democracia. São reflexões que todo brasileiro deve fazer antes de decidir o voto. 

5 – Tem gente aqui em Minas que resiste a votar no Serra porque acha que ele atrapalhou a sua candidatura a presidência.
Aécio Neves – Eu gostaria muito de poder dirigir uma palavra especial a cada uma dessas pessoas. Primeiro para agradecer a solidariedade para comigo. Segundo para fazer um apelo pelo voto no Serra. Em política, ás vezes as coisas não são exatamente como parecem ser. A eleição do Serra é importante para Minas e para os mineiros. É importante também para o governador Anastasia, para o senador Itamar e para mim. Com ela, vamos fortalecer Minas no cenário nacional e criar condições para que esse espaço de Minas seja cada vez maior. Serra é a porta de entrada para o futuro de Minas!

2 COMENTÁRIOS

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui