Mais de 350 juízes receberam acima de R$ 100 mil em pelo menos um mês de 2022

18

Os três juízes do país que receberam os maiores contracheques embolsaram valores que vão de R$ 432 mil a mais de R$ 700 mil
Pelo menos 353 juízes receberam mais de R$ 100 mil em ao menos um mês deste ano, diz a Folha, com base em informações que estão no portal mantido pelo Conselho Nacional de Justiça com os pagamentos feitos aos 17,9 mil juízes, desembargadores e ministros de Cortes superiores do Judiciário.

“Os três juízes que, no Brasil, receberam os maiores contracheques embolsaram, de uma única vez, valores que vão de R$ 432 mil a mais de R$ 700 mil, afirma o jornal. O levantamento também aponta os outros 350 receberam, em pelo menos um mês, valores entre R$ 100,04 mil e R$ 279 mil.

Em 2022, o magistrado que recebeu o maior valor de uma vez só foi a ministra do Tribunal Superior do Trabalho Morgana de Almeida Richa, cunhada do ex-governador tucano Beto Richa. De acordo com a reportagem, foram quase R$ 733 mil no contracheque referente ao mês de abril. A quantia foi paga pelo seu tribunal de origem, Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (Paraná).

Segundo a assessoria de imprensa do TST, isso ocorreu porque, para assumir o cargo de ministra do Tribunal Superior do Trabalho, em dezembro do ano passado,  Morgana foi exonerada do TRT-PR, “auferindo em 2022 as parcelas decorrentes de lei, inclusive a indenização de vários períodos de férias que não foram usufruídos durante o período trabalhado no tribunal regional”.
Matéria publicada pelo Antagonista.

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui