Ninguém tem mais informação do país do que as Forças armadas

1118

Por Devair G. Oliveira
Esta é uma pergunta que eu gostaria de saber, porque As Forças Armadas com seus comandantes bem informados de tudo que acontecia na nação deixaram o Brasil chegar ao caos ao qual se encontra.

O povo hoje conhece o que fizeram com o nosso país, às vezes fico intrigado de ver a luta do nosso presidente contra tudo isso daí e imagino que muitos empresários, ministros, deputados, senadores e os governadores alinhado com Bolsonaro deveriam fazer coro na defesa das grandes polêmicas, que nada mais é que defesa do país.

É logico que o presidente deveria contar até dez antes de falar alguma coisa, mas no fundo ele diz o que muitos gostariam de dizer.

É lamentável o que os Guardiões da Pátria, não fizeram nada para conter o aparelhamento do Estado, deixando chegar ao fundo do poço.

O pior é que nós ainda não estamos livres destes corruptos disfarçados de políticos, eu particularmente acredito que se não houver uma intervenção militar, dentro de alguns anos todos estarão de volta, pois o Brasil está totalmente aparelhado, Judiciário, grande parte do parlamento, 90% das Universidades Federais e demais setores educacionais, grande parte da classe artística, dezenas de (ONGs) Organizações Não Governamentais e em especial a mídia que desde a fundação do primeiro jornal no Brasil foi patrocinada pelos comunistas.

Muita grana envolvida
Um dos setores onde tem dado muito trabalho para o atual governo tanto são os interesses da esquerda ligada à esquerda internacional que comandam as ONGs, que se tornaram um grande problema do país, a meu ver é uma preparação para dentro de pouco tempo estar pedindo a separação e sua independência formando outro país, só para ter uma ideia elas são alvo de denúncias e polêmicas há muito tempo, as Organizações Não Governamentais (ONGs) receberam do governo federal mais de R$ 3,9 bilhões em 2011, valor 11% maior que os R$ 3,5 bilhões repassados em 2010. A Fundação Butantã (R$ 314.7 milhões), vinculada ao governo paulista, e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (R$ 141 milhões), do Ministério da Ciência e Tecnologia, foram às campeãs de repasses. O que chama atenção entre as 15 organizações que mais receberam recursos são as entidades que trabalham com populações indígenas, que somam mais de R$ 100 milhões no ano de 2011.

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui