Nutrição de pacientes críticos impulsiona uso de plástico, com impacto direto no meio ambiente.

100

Startup brasileira apresenta solução no BRASPEN 2023, em Campinas (SP)

Enterall Healthcare reduzirá em 90% o uso de plástico em embalagens de produtos para nutrição enteral. Startup brasileira promete redução de 105 mil toneladas no Brasil, em duas décadas.

Tecnologia sustentável para o campo da nutrição enteral é solução para empresas comprometidas com o meio ambiente

Apresentação será no dia 31.10, às 16h, no XXV Congresso Brasileiro de Nutrição Parenteral e Enteral (BRASPEN 2023), no Centro de Eventos do Royal Palm Resort, em Campinas

O envelhecimento da população e o consequente aumento de distúrbios metabólicos e crônicos estão impulsionando o mercado de fórmulas de alimentação enteral, que deve crescer cerca de 30% nos próximos cinco anos, atingindo aproximadamente US$ 12 bilhões em âmbito global. “Esse avanço tem gerado aumento no uso de embalagens e recipientes plásticos para a nutrição de pacientes, o que está causando impacto cada vez maior no meio ambiente”, afirma Ronaldo Leite, fundador da Enterall Healthcare Ltda, startup brasileira em fase pré-operacional.

A boa notícia é que uma solução sustentável já está disponível no campo da nutrição enteral. A utilização de embalagens cartonadas assépticas, mais conhecidas como embalagens longa-vida, devidamente adaptadas, pode reduzir em até 90% o uso de plástico na administração da nutrição enteral, além de aprimorar a qualidade desses produtos. Essa redução equivale à impressionante diminuição de 105 mil toneladas de plástico descartado ao longo de duas décadas, apenas no Brasil. Além dos benefícios para o meio ambiente, essa solução, em processo de patenteamento, tem o potencial de reduzir os custos de embalagem em cerca de 70%.

Ronaldo Leite levará esse importante tópico para o XXV Congresso Brasileiro de Nutrição Parenteral e Enteral (BRASPEN 2023), no dia 31 de outubro de 2023, com a apresentação “Desafios e Oportunidades na Nutrição Enteral: Mercado Global, Qualidade e Sustentabilidade”, às 16h. O evento ocorrerá no Centro de Convenções do Royal Palm Resort, em Campinas.

“Esse tema não interessa somente aos pacientes que precisam receber alimentação pela via enteral. Este assunto também é de interesse das empresas – especialmente as globais – que têm compromissos ambientais a cumprir nos próximos anos e precisam reduzir drasticamente seus passivos ambientais”, ressalta Ronaldo Leite, empresário com mais de 20 anos de experiência na indústria de alimentos e nutrição, incluindo uma década na Nestlé, onde atuou na gestão da produção, coordenação de Pesquisa & Desenvolvimento e gerenciamento da inovação. Leite é graduado em Farmácia & Bioquímica com Habilitação em Tecnologia de Alimentos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e tem especialização em Terapia Nutricional & Nutrição Clínica pelo Ganep.

“Trata-se de uma questão especialmente importante para o planeta, e que está alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Olhando para os próximos 20 anos, a solução implementada pela EnterAll tem o potencial de eliminar o uso de 2,1 milhões de toneladas de plástico, que seriam descartadas no planeta. Acreditamos que essa contribuição é significativa para um futuro mais sustentável”, reforça o fundador da startup.

O Congresso BRASPEN (29 a 31 de outubro) é o maior evento de nutrição enteral da América Latina e, neste ano, está focando em discussões sobre sustentabilidade e inovação tecnológica. A realização é da Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral, entidade multidisciplinar formada por médicos, nutricionistas, farmacêuticos e enfermeiros atuantes na área de terapia nutricional.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui