Olha onde essa coleirinha fez seu ninho

633

Por Devair G. Oliveira

O coleirinho é uma ave passeriforme da família Thraupidae, cujo nome científico é Sporophila caerulescens.

Também conhecido como coleiro, coleiro-zel-zel, coleirinha, papa-capim, papa-capim-de-coleira, papa-arroz, gola de cruz (Bahia) ou coleiro-tuí-tuí, papa-mineiro (Paraíba) e gola (Ceará). É a espécie mais popular do grupo dos papa-capins, sendo também a mais abundante na maioria dos locais onde ocorre.

Como todos os outros membros do gênero Sporophila, pode ser chamado de “papa-capim” acompanhado de algum outro adjetivo.

PRINCIPAIS AMEAÇAS:

Captura indiscriminada por apreciadores de pássaros canoros e tráfico de animais.

Nome Científico

Seu nome científico significa: do (grego) sporos = semente; e philos = que gosta, amigo; e do (latim) caerulescens = azulado. ⇒ Ave azulada que gosta de sementes. [FRISCH, 338]

Características

Mede 12 cm e pesa aproximadamente 10,5 g. O macho, com seu inconfundível colar branco e negro recebeu essa denominação. Além do colar, ao lado da garganta negra um “bigode” branco define a área sob o bico amarelado ou levemente cinza-esverdeado. Existem machos com peito branco e outros com peito amarelo (ambos pertencem à forma nominal, sendo a forma de peito amarelo apenas um morph ou variação).

Geralmente, a fêmea bota dois ovos, e a incubação demora, em média, 14 dias. O coleirinho é uma ave que pode ter até quatro ninhadas. Com 13 dias de vida, os filhotes já deixam o ninho com seus pais, e aos 35 já ficam independentes.

A fêmea é toda parda, mais escura nas costas. Sob luz excepcional, é possível ver que ela também possui o esboço do desenho da garganta do macho. Os machos juvenis saem do ninho com a plumagem idêntica à da fêmea. As fêmeas não são canoras.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui