Prefeituras de Minas podem recorrer ao serviço voluntário de profissionais técnicos Cadastro realizado pelo Crea-MG tem o intuito de apoiar as cidades no enfrentamento às consequências das chuvas que atingem Minas Gerais Com o objetivo de apoiar as prefeituras no enfrentamento às consequências das chuvas que assolam Minas Gerais, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) está cadastrando profissionais voluntários para prestar assistência técnica. Para isto, os interessados em ajudar precisam preencher o formulário no portal do Conselho. A partir dos cadastros, será formado um banco de dados, classificado por especialidade, para ser repassado às prefeituras que necessitarem e procurarem pelo Crea-MG. Até o momento, mais de 220 profissionais de 70 cidades se cadastraram para o trabalho voluntário. Além de Minas, profissionais da Bahia, Maceió, Rio de Janeiro, Goiás, Santa Catarina, São Paulo e Distrito Federal se dispuseram a ajudar. O Crea-MG vai repassar aos profissionais voluntários uma ajuda de custo de R$ 196,31 por dia de apoio técnico prestado. Já a prefeitura fica responsável por transportar ou arcar com o deslocamento do profissional até a área onde as atividades serão executadas. Assistência técnica – Os impactos do grande volume de chuvas nos últimos dias incluem alagamentos, destruição dos sistemas de drenagem, queda de contenções, queda de barreiras e desabamentos de edificações. De acordo a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec)), até o dia 13 de janeiro, 374 municípios estavam em situação de emergência, além de diversos pontos de interdição em estradas. O presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Fernando Borges, ressalta a necessidade do conhecimento técnico de profissionais da engenharia, da agronomia e das geociências para o atendimento e soluções emergenciais dessas questões. “É muito importante a contribuição do profissional nesta iniciativa para levar o apoio técnico necessário às prefeituras mineiras, neste momento difícil que muitas pessoas estão enfrentando”, destacou. As prefeituras que precisarem do apoio podem solicitar o contato de profissionais técnicos voluntários pelo e-mail presidencia@crea-mg.org.br. Para receber o auxílio do Crea-MG, o profissional deve, após prestar o serviço solicitado pela prefeitura, enviar para o mesmo e-mail presidencia@crea-mg.org.br o nome completo, número da conta, além da declaração do município. Serviço Profissional, para se cadastrar, acesse: https://bit.ly/profissionalvoluntário Prefeitura, para solicitar profissionais técnicos voluntários, envie e-mail: presidencia@crea-mg.org.br. Em caso de dúvidas entre em contato com o Crea-MG: http://www.crea-mg.org.br/fale-conosco

22

Cadastro realizado pelo Crea-MG tem o intuito de apoiar as cidades no enfrentamento às consequências das chuvas que atingem Minas Gerais 

Com o objetivo de apoiar as prefeituras no enfrentamento às consequências das chuvas que assolam Minas Gerais, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) está cadastrando profissionais voluntários para prestar assistência técnica. Para isto, os interessados em ajudar precisam preencher o formulário no portal do Conselho. A partir dos cadastros, será formado um banco de dados, classificado por especialidade, para ser repassado às prefeituras que necessitarem e procurarem pelo Crea-MG.

Até o momento, mais de 220 profissionais de 70 cidades se cadastraram para o trabalho voluntário. Além de Minas, profissionais da Bahia, Maceió, Rio de Janeiro, Goiás, Santa Catarina, São Paulo e Distrito Federal se dispuseram a ajudar. O Crea-MG vai repassar aos profissionais voluntários uma ajuda de custo de R$ 196,31 por dia de apoio técnico prestado. Já a prefeitura fica responsável por transportar ou arcar com o deslocamento do profissional até a área onde as atividades serão executadas.

Assistência técnica – Os impactos do grande volume de chuvas nos últimos dias incluem alagamentos, destruição dos sistemas de drenagem, queda de contenções, queda de barreiras e desabamentos de edificações. De acordo a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec)), até o dia 13 de janeiro, 374 municípios estavam em situação de emergência, além de diversos pontos de interdição em estradas. O presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Fernando Borges, ressalta a necessidade do conhecimento técnico de profissionais da engenharia, da agronomia e das geociências para o atendimento e soluções emergenciais dessas questões. “É muito importante a contribuição do profissional nesta iniciativa para levar o apoio técnico necessário às prefeituras mineiras, neste momento difícil que muitas pessoas estão enfrentando”, destacou.

As prefeituras que precisarem do apoio podem solicitar o contato de profissionais técnicos voluntários pelo e-mail presidencia@crea-mg.org.brPara receber o auxílio do Crea-MG, o profissional deve, após prestar o serviço solicitado pela prefeitura, enviar para o mesmo e-mail presidencia@crea-mg.org.br o nome completo, número da conta, além da declaração do município. 

Serviço

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui