Programa "Minha Casa, Minha Vida", é lançado na Câmara Municipal

219
"Minha Casa, Minha Vida" vai chegar em Manhuaçu
"Minha Casa, Minha Vida" vai chegar em Manhuaçu

Em reunião ordinária neste dia 03 de Setembro de 2009, a Câmara Municipal e Manhuaçu recebeu a visita do Sr. João Francisco gerente da Caixa Econômica Federal de Manhuaçu e do vice prefeito Adejair de Barros. Um dia especial para aquelas famílias manhuaçuenses que há tempos esperam pele notícia da implantação do programa “Minha Casa, Minha Vida” do Governo Federal em Manhuaçu. A prefeitura de Manhuaçu tem planos de que essas casas sejam construídas no Clube do Sol, às margens da BR 262. O projeto está em andamento na Câmara Municipal. Inicialmente serão construídas 244 casas que serão destinadas principalmente a famílias com renda de 1 a 3 salários mínimos. Nossa reportagem entrou em contato com João Francisco gerente da Caixa Econômica Federal em Manhuaçu, veja a seguir:

Cãmara dia 03 de Setembro 016“A prefeitura está fazendo a doação da área para a construção das casas, a área é inicialmente no Clube do Sol, construiremos ali 244 casas, essa quantidade foi calculada pelo Governo Federal em função do déficit habitacional do município, logo inicialmente começamos com 244 casas, com a possibilidade de mais a frente construirmos mais casas. Aqui em Manhuaçu serão construídas casas, temos a opção de construirmos casas ou condomínios, no caso desse município foi optamos por casas, inclusive já dentro do projeto “Minha Casa, Minha Vida” vem um projeto definindo as características dessa casa, ela não pode fugir a aquelas características pré definidas. No caso de Manhuaçu e do Brasil inicialmente o projeto visa atingir ás famílias que tem renda familiar de 1 a 3 salários mínimos, mas o projeto na verdade alcança famílias com até 10 salários mínimos com imóveis de até 80 mil reais, no caso do projeto para a renda familiar de até 3 salários mínimos não há o financiamento do imóvel, é uma concepção, passa-se o imóvel para a família e a família se compromete a pagar por durante dez anos 10% de sua renda, então se há uma família que ganha um salário mínimo ela pagará 50 reais, se a família tem uma renda de 800 reais ela pagará 80 reais de parcela pelo mesmo imóvel, não há diferença de imóveis, o imóvel é o mesmo, mesmo que haja a diferença no valor das parcelas, pois elas são em função da renda familiar. O critério de seleção das famílias será feito por uma comissão que conta com representantes da prefeitura e da Câmara Municipal, estamos tentando seguir bons exemplos de outras cidades que já estabeleceram seus critérios, essas primeiras 244 casas não estão restritas a apenas essas pessoas que possuem renda de 1 a 3 salários mínimos, mas também a aquelas que possuem renda de 3 a 10 salários mínimos.”

6 COMENTÁRIOS

  1. bom dia.
    gostaria de saber se esse programa de habitação vai sai do papel aqui na cidade de manhuaçu, ate hoje não tenho,ouvido,falar nada sobre o assunto nosso ex. prefeito sergio breder anunciou a implantação do progama no ano de 2009(como vimos no site jornal das montanhas), na camara dos vereadores mas so ficou na conversa de la pra ca nada mais se falou.

    • Prezado leitor,

      Como você mesmo disse publicamos por mais de duas vezes a promessa, mas não acredito que saia do papel, Manhuaçu precisa de um prefeito que dê prioridade as pessoas e deixem de gastar dinheiro em obras que nada valem para as pessoas. Os jornais são tidos como órgãos que publicam muitas mentiras, mas a realidade é esta quando entrevistamos um prefeito ou participamos de um evento de lançamento de obras, acreditamos que aquilo declarado a imprensa seja realizado, o tempo foi o suficiente para que a obra tivesse andado, mas não, tudo continua na estaca zero.

      Da redação do JM1

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui