SRS Manhuaçu realiza I Seminário Regional de Aleitamento Materno

110

A Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Manhuaçu, com o apoio do Centro Estadual de Atenção Especializada (CEAE), e Secretaria Municipal de Saúde de Manhuaçu realizaram, no dia 23 de agosto, o I Seminário Regional de Aleitamento Materno. O evento aconteceu no auditório da Câmara Municipal de Manhuaçu e teve como objetivo promover a importância da amamentação no desenvolvimento integral da criança e foi voltado para profissionais da atenção primária, atenção especializada, maternidades da região e estudantes que apoiam e promovem a amamentação nos 34 municípios das microrregiões de saúde de Carangola e Manhuaçu.

De acordo com Simone Emerich, referência técnica materno infantil da SRS Manhuaçu, esse é um momento importante para que todos percebam o quanto é importante a amamentação. “É também uma oportunidade para que os presentes conheçam os fluxos e os componentes da rede de saúde materno infantil no território”, destacou.

“Buscamos trabalhar o incentivo à promoção da saúde e prevenção de agravos e vale destacar que a gestação e o puerpério são momentos de intensa transformação e adaptações para a mãe e toda a família e, por isso, precisamos falar sobre a rede de apoio dessa mulher e sobre as questões que envolvem esse período”, disse Juliana Mariano, coordenadora da Atenção à Saúde da SRS Manhuaçu, que também é enfermeira.

O superintendente regional de Saúde de Manhuaçu, Juliano Estanislau Lacerda, destacou a importância da amamentação tanto para a mãe, quanto para o bebê e da realização do evento, que contou com temáticas como “Momento do parto e os dias que as mães e bebês ficam nas maternidades”, “O pré-natal lá na Atenção Primária” e “Aleitamento materno e introdução alimentar”. 

Agosto Dourado

O mês de agosto é dedicado ao incentivo do aleitamento materno e são intensificadas ações de conscientização e esclarecimento sobre a importância do aleitamento. O agosto dourado foi instituído no Brasil por meio da lei 13.435 de abril de 2017, e simboliza a luta pelo incentivo à amamentação, sendo a cor dourada adotada para representar o padrão ouro de qualidade do leite materno. 

Texto e fotos: Antonio Rodrigues / ASCOM – SRS MANHUAÇU 

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui