Espanha defende retomada de negociações de acordo entre Mercosul e União Europeia

459

uniaoO ministro de Assuntos Exteriores e Cooperação da Espanha, Miguel Ángel Moratinos, disse hoje (30) que pretende retomar as negociações de acordo entre o Mercosul e a União Europeia quando seu país assumir a presidência do bloco europeu, o que está previsto para o primeiro semestre do ano que vem.

“Trabalharemos para iniciar de novo as conversações para, que antes do final do ano e antes que comece a presidência espanhola, possamos ter um mapa, uma fotografia do que possa ser um acordo possível entre o Mercosul e a União Europeia”, disse Moratinos, após encontro com o ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim.

De acordo com Amorim, as incertezas em torno de avanços na Rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC) podem impulsionar o acordo entre os dois blocos. “As incertezas em relação à Rodada Doha nos obrigam a buscar mais empenho nesse acordo a curto prazo. Não vemos ainda com clareza que um dos atores principais já tenha se engajado verdadeiramente na Rodada Doha”, disse Amorim.

Moratinos ressaltou que a presidência espanhola da União Europeia será a oportunidade para dar o impulso político que faltou nos últimos anos para que se avançasse nas negociações entre europeus e sul-americanos. “Creio que, com vontade e impulso político, podemos fazer avançar esse acordo durante a presidência espanhola”.

Celso Amorim apontou como ponto positivo para a construção do acordo o fato de não terem surgido nas primeiras discussões grandes diferenças conceituais, apenas de números. “Claro que números não são coisar irrelevantes em um acordo comercial, mas o fato de estarmos trabalhando sob um quadro conceitual consensual é muito positivo”.

Fonte: Agência Brasil

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui