Governo Milei prepara decreto para dispensar 7 mil funcionários públicos

220

Enxugar a máquina pública não é fácil para ninguém. Essa é uma das razões que funcionários públicos votam na esquerda. Porque concursados tem a garantia   do salário   para sobreviver em época de crise (fui por 15 anos e sei que a maioria pensa assim), mesmo que a esquerda esteja derrubando o país.

Mudanças geram dores. Aqui criam se mais ministérios e mais custos. Imaginaram o amanhã???

FUNCIONÁRIOS DISPENSADOS O presidente da Argentina Javier Milei se prepara para assinar um decreto que não prorroga contratos de ao menos 7 mil funcionários públicos contratados em janeiro.

A medida pode atingir servidores da Casa Rosada e administração direta, órgãos descentralizados, empresas públicas, sociedades anônimas com participação majoritária do Estado, como a petroleira YPF, e também os contratos terceirizados com validade até o último dia deste ano.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui