Organizações elaboram campanha de boicote contra eleições

251

Adital – para o JM1 online
A Frente Nacional de Resistência Contra o Golpe de Estado reuniu, na tarde de hoje (13), em Tegucigalpa, entidades e sociedade civil para elaborar estratégias de boicote às eleições gerais do próximo dia 29 de novembro. Ontem, 15 organizações juvenis anunciaram sua não participação no processo eleitoral, qualificado como fraudulento, difamante, mentiroso e ilegítimo.

Os cartazes da campanha foram confeccionados há uma semana pelas organizações que compõem a Frente. Agora, o grupo pensa estratégias para a divulgação de seu posicionamento e distribuição do material.

“Nos encontramos no processo de deslegitimação das eleições, o que demanda um considerável esforço de nossa parte durante os próximos quinze dias, razão pela qual estamos solicitando novamente a solidariedade que nos permita potencializar os esforços que viemos executando” disse a Frente em nota.

Ontem, no encontro da “Juventude Protagonista na Redefinição de Honduras”, 15 entidades juvenis anunciaram que não vão participar das eleições “fraudulentas, difamantes, mentirosas e ilegítimas”. O encontro aconteceu no auditório da Universidade Nacional Autônoma de Honduras.

“A juventude aqui presente se expressou e pedimos à população em geral, a nosso país, que não reconheça este processo eleitoral, porque nós não vamos legitimar algo que em nível internacional não tem nenhum tipo de apoio nem de reconhecimento”, expressou Vanesa Maradiaga, da entidade Los Necios e porta-voz das organizações ante os meios de comunicação.

O encontro abordou a crise política do país desde o golpe, em 28 de junho; o intercâmbio de experiências durante os quatro meses seguintes; a criminalização da juventude; a posição dos/as jovens; e as estratégias a seguir até 2010.

O grupo convocou a população a não votar e exaltou a posição da candidatura independente do companheiro Carlos H. Reyes “que manteve uma postura firme de não participar e não legitimar este processo”, avaliou Maradiaga.

Veja mais informações sobre o boicote e os cartazes da campanha em:

www.voselsoberano.org

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui