Interditado prédio do INSS em Manhuaçu

241

Devido a precariedade, e com enormes rachaduras, o prédio em que funciona o INSS em Manhuaçu foi interditado pela Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros depois de uma vistoria nas instalações no imóvel na Rua Antônio Welerson, no Centro de Manhuaçu. O órgão federal vai atender provisoriamente no primeiro andar do prédio da Câmara de Manhuaçu e já alugou outro imóvel no bairro Bom Pastor. Desde quarta-feira (10), o funcionamento foi suspenso e deve ser retomado na terça-feira.

Segundo a Gerente Executiva do INSS Governador Valadares, Lenita Vieira de Souza, o problema no prédio havia começado em 2007, quando foram detectadas as primeiras rachaduras no prédio. Na ocasião, o dono tomou providências e sanando alguns problemas, esse ano foi detectado novas trincas e o problema aumentou. “Solicitamos nova vistoria com o Corpo de Bombeiros com acompanhamento da Defesa Civil. O laudo conclusivo recomendou a mudança e determinou a desocupação do prédio por não oferecer segurança”. A vistoria determinou que o INSS desocupasse o imóvel e alerta que não há segurança para os funcionários e usuários. “Em função do laudo, foi determinado o fechamento do posto de atendimento e estamos procurando outro local para que possamos atender a população mesmo que provisoriamente”, adiantou Lenita. Ela se reuniu com representantes do Poder Público e do Ministério Público. Lenita Vieira garantiu que todos os agendamentos serão atendidos, e pediu calma e paciência à população nessa fase de mudança.

A gerente executiva adiantou que o INSS já tem um novo imóvel para funcionar em Manhuaçu, mas o local não está pronto para a mudança. “Depois que surgiu o problema, o INSS procurou outros imóveis e no final do ano passado locamos um novo espaço. Estamos com uma pendência no circuito de dados pela Embratel. Isso é que está emperrando a mudança. Já passamos a questão para a direção central, em Brasília, e vamos agilizar esse deslocamento”, prevê.

O atendimento ao INSS funcionará provisoriamente no prédio da Câmara Municipal de Manhuaçu.

Reportagem de Teógenes Nazaré

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui