Jovens detidos em Caratinga por receptação

116

Caratinga/MG. Três jovens detidos no bairro das Graças, em Caratinga, foram levados à delegacia de Polícia Civil nesta tarde de quinta-feira (17/10). Segundo a Polícia Militar, Silviana André de Souza, de 23 anos, Luciano André de Souza, de 21, e Marcelo Oliveira Fernando, de 26, são suspeitos de crime de receptação.jovens_detidos

Eles teriam receptado todos estes produtos eletrônicos apreendidos pelos policiais militares. Entre eles, computadores furtados de uma escola em Santa Rita de Minas. Parte dos objetos estava guardada numa casa desocupada por moradores, e a outra na residência onde os jovens foram presos.

A PM chegou aos suspeitos, após uma denúncia anônima informando que numa casa sem moradores teria vários objetos guardados. “Como é uma residência sem morador, a pessoa que denunciou deixou evidências de que se tratava de produtos ilícitos. Uma equipe foi ao local, fizemos a observação e percebemos realmente que existiam os objetos. Passamos a fazer levantamentos na vizinhança e disseram quem teria deixado os objetos no local. Nós diligenciamos até a residência deles e encontramos mais computadores produtos de furto, oriundos de uma escola pública do município de Santa Rita de Minas. Inclusive, um dos computadores estava com uma etiqueta trazendo o número patrimonial da prefeitura de Santa Rita. Não tivemos dúvidas que se tratava de produtos ilícitos, passamos a recolher os objetos e fizemos a prisão dos envolvidos por receptação”, relatou sargento Sérgio Dias.

Conforme a polícia, os computadores foram furtados da Escola Municipal Oscar Garcia de Oliveira, localizada às margens da BR – 116, no Córrego Brejaúba, zona rural de Santa Rita de Minas, durante a madrugada deste último dia 16. Até o momento os autores que participaram do furto contra a escola não foram localizados.computador

“Nós assumimos o serviço durante a manhã e a diretora da escola ligou para o celular da fração relatando que ao chegar ao local, constatou o cadeado arrombado e a porta da sala de computação também arrombada. Ela alegou que na sala de computação todos os computadores foram furtados, uma caixa de som, um micro system e dentro da cozinha diversos alimentos como arroz, óleo e feijão. Fizemos rastreamento na região, mas ninguém viu nada de estranho, até mesmo pelo fato de a escola estar num lugar afastado, longe da vizinhança e não ter nenhum equipamento de alarme”, disse cabo Marcos Teixeira.

monitoresOs computadores furtados de uma sala de informática existente na escola são usados para um programa de inclusão digital, que é desenvolvido junto aos alunos da zona rural daquele município.

Com informações da TV Super Canal parceira do Polícia e Cia em Caratinga

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui