PCMG participa de operação de combate ao comércio ilegal de carvão

52

Com o objetivo de fiscalizar a cadeia de comércio de carvão vegetal e combater o comércio irregular do subproduto florestal no estado, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e a Polícia Militar deflagraram a terceira etapa da operação Lastro. As equipes percorreram, entre terça (20/7) e esta sexta-feira (23/7), dez municípios de diferentes regiões do estado.

A participação da PCMG ocorreu por meio do Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema). De acordo com o delegado Eduardo Vieira, durante as fiscalizações em siderúrgicas localizadas em Sete Lagoas, região Central, e em Divinópolis, Centro-Oeste mineiro, duas pessoas foram presas em flagrante pela prática do crime ambiental previsto no art. 46, parágrafo único, da Lei 9.605/1998, por estarem transportando carvão ilegal.

Outro resultado da intervenção foi a apreensão de dois caminhões carregados de carvão irregular (200 MDC) – carga com valor aproximado de R$ 60 mil. “Os procedimentos investigatórios foram finalizados pela Polícia Civil e encaminhados ao Poder Judiciário com a devida responsabilização criminal”, informa o delegado.

As ações integradas aconteceram em Sete Lagoas; Divinópolis; Itamarandiba, Veredinha e Aricanduva, no Vale do Jequitinhonha; Paracatu (Noroeste); Elói Mendes (Sul de Minas); além de Santa Cruz de Salinas, Rio Pardo de Minas e Indaiabira, no Norte do estado. No total, foram 27 alvos.

 

ASCOM-PCMG

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui