PCMG prende sete influenciadores digitais em Juiz de Fora

59

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu, na noite dessa terça-feira (28/11), sete influenciadores digitais, na operação Provérbios 16:18, com o objetivo de apurar lavagem de dinheiro, organização criminosa, rifa ilegal e sonegação de impostos em Juiz de Fora, Zona da Mata.

Cinco suspeitos foram presos em flagrante na rodovia BR-116, no momento em que se deslocavam para realizar a entrega de uma moto rifada em Além Paraíba. Outros dois alvos foram presos em residências nas quais foram encontrados materiais ilícitos.

Ao todo, foram apreendidos dez carros, 12 motos e duas motos aquáticas. Três estabelecimentos comerciais foram interditados, e cerca de 200 pacotes de cigarro, aparelhos celulares e R$ 14 mil em dinheiro também foram arrecadados.

De acordo com o delegado da Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado, Marcos Vignolo, a investigação apurou que o grupo movimentou cerca de R$ 3,5 milhões. Já o delegado Márcio Rocha explicou o nome da operação: “Provérbios 16:18 – O orgulho e a vaidade precedem a queda”.

A ação contou com o apoio de 25 policiais lotados no Departamento de Operações Especiais da PCMG, com sede em Belo Horizonte.

ASCOM-PCMG 

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui