PCMG prende suspeitos de tentativa de homicídio em Miradouro

44

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) deflagrou, nesta quinta-feira (30/11), a operação Barqueiro de Ades para dar cumprimento a mandados de prisão e de busca e apreensão em investigação que apura um homicídio tentado ocorrido no centro de Miradouro em 30 de junho deste ano. Dois homens, de 23 e 35 anos, foram presos, um deles no bairro Bela Vista, na mesma cidade, e outro na zona rural do município de Fervedouro.

Conforme apurado, na data do crime, por volta do meio-dia, dois suspeitos estacionaram um veículo em frente à residência da vítima, de 38 anos, e realizaram diversos disparos contra ela, que se encontrava dentro do seu carro.

Um mandado de busca e apreensão também foi cumprido, no bairro São Pedro, em Miradouro, na casa do homem suspeito de ser o mandante do crime, onde foram localizadas duas armas de fogo. O veículo utilizado no delito também foi recolhido.

“Não temos dúvidas de que se trata de um crime de mando. Segundo as investigações, os executores receberam a quantia de R$ 20 mil para matar a vítima”, afirma o delegado do caso, Glaydson de Souza Ferreira.

A ação policial reuniu as equipes de investigação de homicídios de Muriaé e das delegacias em Miradouro, Divino e Carangola. O nome da operação faz uma alusão a Charon, o barqueiro de Ades, deus da morte, que cobrava uma moeda para fazer a travessia para o mundo dos mortos.

Os suspeitos serão encaminhados ao sistema prisional, e as investigações concluídas no prazo legal.

ASCOM-PCMG

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui