PMs recebem viatura do Comandante-Geral

253

O Cabo Ageu Mafort e os Soldados Márcia Gomes e Leonardo Heringer saíram de Manhuaçu, sede do 11º Batalhão de Polícia Militar, ainda de madrugada, nesta sexta-feira, dia 12. Eles tinham uma missão diferente: chegar a Belo Horizonte no início da manhã para receber do Comandante-Geral da PM, Coronel Renato Vieira, a chave de uma viatura zero km, destinada ao projeto Patrulha de Prevenção Ativa – PPA. No trajeto, eles teceram comentários sobre esta modalidade de policiamento e, principalmente, quanto à atitude do comando, que os surpreendeu.

O Cabo Ageu tem 15 anos de Polícia Militar. Depois de comunicar ao Comandante da Unidade, Tenente-Coronel Ney de Castro Brito, a sua intenção e, após receber orientações dos chefes e apoio dos colegas, escreveu para o Comandante-Geral e enviou, pelo Painel Administrativo (uma ferramenta de comunicação da rede interna da PM), um projeto, apresentando a sua equipe, como eles fazem seu trabalho, os elogios recebidos e as publicações em jornais. Mostrou também a necessidade de uma viatura nova, que atendesse, satisfatoriamente.

“Enviei a mensagem ao Comandante-Geral no início de fevereiro. No dia seguinte, recebi a resposta do Comando, comunicando que já tinha tomado as providências para que a equipe recebesse a viatura destinada ao serviço”, disse o Cabo Ageu. “Vi com bons olhos a atitude dos militares. Foi um prazer receber a mensagem com o projeto. Observei o conceito do trabalho da equipe e, de pronto, decidi: temos que atender esse pedido”, contou o Coronel Renato, em seu gabinete, ao receber os militares.

NO GABINETE

Antes da entrega da chave, o Comandante-Geral recebeu os visitantes em seu gabinete. Eles se apresentaram, conversaram sobre a cidade de Manhuaçu e trocaram impressões sobre o trabalho da equipe. O Coronel Renato lembrou da criação da Patrulha de Prevenção Ativa – PPA, quando ainda estava no Comando de Policiamento da Capital – CPC. O projeto deu tão certo, que foi expandido para as demais unidades sediadas no interior.

“Essa viatura é para que vocês cumpram o papel da PM, o da prevenção. Porém, ela só não basta. É preciso também investir em ações repressivas e programas específicos. Tenho certeza que farão bom uso dela”, ressaltou o Cel Renato.

DEMOCRÁTICA

O Soldado Leonardo tem três anos de Polícia Militar e a Soldado Márcia, dois. Eles se surpreenderam com a atitude democrática do Comando. “Sempre ouvi falar de um ambiente muito rígido na Polícia Militar e que não tínhamos direito à voz. Nunca imaginei que o Comando fosse nos receber assim, com tanta cordialidade. Achei interessante o Oficial acolher um pedido de militares do interior”, disse o Soldado Leonardo.

A Soldado Márcia, única mulher integrante da equipe formada por seis militares, conta as várias situações em que a Patrulha ganhou destaque com sua atuação preventiva, dentre elas, as ações voluntárias de seus integrantes como a arrecadação de material escolar e a de 2 mil brinquedos, distribuídos a 10 creches e hospitais.

Para o Cabo Ageu, a partir de hoje, a equipe terá mais motivação para fazer visitas tranquilizadoras, prestar informações, percorrer um trajeto maior, dar orientações e muito mais. “Quando vejo pessoas jovens na PM, fico tranquilo pois sei que a Instituição está em boas mãos”, afirmou o Coronel Renato.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui