Emergência MG: 190, 197 e 193 poderão ser acionados via internet

137

Projeto pioneiro no país permite atendimento virtual e amplia alcance de chamadas direcionadas para polícias Militar e Civil e Corpo de Bombeiros.

Foi lançado, nesta quarta-feira (29/11), pelo Governo do Estado, o programa Emergência MG, serviço de acionamento do 190 (Polícia Militar), 197 (Polícia Civil) e 193 (Corpo de Bombeiros Militar) via internet. O sistema já está em funcionamento na cidade de Lagoa Santa, por um período de teste por 30 dias, e em breve será expandido para toda Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e demais cidades do estado.

O serviço de atendimento virtual é pioneiro no país e promove a mobilização integrada das polícias e Corpo de Bombeiros via chat. Também poderá ser acionado por meio de site próprio EMERGÊNCIA MG, pelo aplicativo de serviços do Governo de Minas – MG App e pelo aplicativo de mensagens Telegram.

O novo projeto também é uma ação inclusiva, pois permite o acionamento das polícias e bombeiros por pessoas surdas. A interface com a tecnologia permite, de forma segura, o compartilhamento de localização, envio de fotos e vídeo chamadas. Essa última aplicação pode ser decisiva, por exemplo, na ligação de uma mãe para os bombeiros durante um pedido de socorro para o filho engasgado.

O governador testou a funcionalidade do sistema, ao lado do secretário de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais, Rogério Greco, e de representante das forças de segurança.

“A segurança pública do estado avança e fica cada vez melhor com essa nova funcionalidade. Por meio dessa ferramenta, temos absoluta convicção de que daremos um passo muito grande para ampliar o acesso da população às forças de segurança porque passaremos a ter o recurso de mensagem, que pode ser enviada de qualquer local”, avaliou.

Romeu Zema também destacou os recursos de imagem, vídeo chamada e geolocalização no novo sistema. “Muitas vezes, alguém que está em perigo não pode falar, mas tem condição de escrever, enviar fotos, etc. Então, o novo sistema é um passo muito importante para a segurança do mineiro”, ressaltou o governador.

“Vale lembrar que, agora, os surdos também poderão fazer uso desse equipamento, uma evolução. É muito gratificante saber que nós estamos dando mais esse passo, lembrando que tudo que já existe, como a chamada telefônica, continuará funcionando da mesma maneira. O Emergência MG é mais uma opção de atendimento”, acrescentou o governador.

Funcionamento

No início do próximo ano, o projeto será expandido para outras nove cidades, também da Região Metropolitana, incluindo a capital Belo Horizonte. São elas: Betim, Confins, Contagem, Nova Lima, Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia e Vespasiano.

A intenção é que a expansão do projeto seja gradativa e que o terceiro passo seja a implantação em 43 cidades atendidas pelo Centro Integrado de Atendimento e Despacho (Ciad), que fica na Cidade Administrativa, alcançando uma média de 7 milhões de pessoas.

O estado todo deve ser abarcado, assim como todos os aplicativos de mensagem.

A escala gradativa busca garantir total segurança à alta demanda gerada pelo 190, 197 e 193.

Integração

O Emergência MG, coordenado pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), foi desenvolvido de forma integrada, com ampla participação da Polícia Militar, da Polícia Civil, do Corpo de Bombeiros Militar, da Sejusp, da Prodemge, da TabControl e da Seplag.

MG App

O MG App – aplicativo oficial do Governo de Minas – terá menu exclusivo para atender o cidadão que acionar o Emergência MG (190, 193, 197), localizado na tela inicial do aplicativo.

Por meio do app, será possível acessar a plataforma de interação com facilidade, pois o aplicativo já envia a identificação do cidadão, simplificando o atendimento.

ASCOM-PCMG

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui