FMI adverte sobre risco de aumento do desemprego no mundo

189

O diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, advertiu hoje (1º) que há uma tendência de aumentar o desemprego no mundo, afetando diretamente a população mais jovem. “Nós enfrentamos a perspectiva de uma geração perdida de jovens, destinados a sofrer o pior desemprego ao longo da vida e afetando as condições sociais”, afirmou. “Há desequilíbrios globais.”

Strauss-Kahn lembrou que a macroeconomia melhorou de forma geral no mundo, mas os problemas causados pelos desemprego elevado e a alta da inflação podem alimentar o protecionismo comercial e causar a instabilidade social.

“O crescimento nas economias com grandes déficits externos, os Estados Unidos, está sendo impulsionado pela demanda doméstica. E o crescimento nas economias com grandes superávits externos, como a China e a Alemanha, ainda está sendo impulsionado pelas exportações”, disse Strauss-Kahn .

O diretor do FMI disse que a cobrança vem de países emergentes, mas regiões como a Europa e a América do Norte sofrem elevados índices de desemprego e podem se agravar. De acordo com ele, a estimativa é que 400 milhões de jovens entrem no mercado de trabalho mundial apenas na próxima década.

Agencia Brasil

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui