Aécio determina rapidez no socorro às vítimas da chuva

253
Governador visita locais atingidos. Foto Wellington Pedro/Imprensa MG
Governador visita locais atingidos. Foto Wellington Pedro/Imprensa MG

O governador Aécio Neves esteve, nesta quinta-feira (08/01), em Manhuaçu, na Zona da Mata, uma das cidades mineiras mais atingidas pelas fortes chuvas da última semana. Ele visitou pontos atingidos da cidade, conversou com moradores e se reuniu na prefeitura municipal com prefeitos da região.

O governador Aécio Neves percorreu, nesta quinta-feira (8), os bairros mais castigados pelas chuvas em Manhuaçu, no Leste do Estado, onde 180 pessoas estão desabrigadas, segundo levantamento do Corpo de Bombeiros. Em reunião na prefeitura municipal, ele alertou prefeitos da região sobre a continuidade do período de chuvas fortes em Minas e reforçou o pedido para que os 853 municípios mineiros tenham suas coordenadorias municipais de Defesa Civil instaladas e atuantes. Ele também solicitou que as cidades atingidas enviem, ainda este mês, relatório ao Governo do Estado sobre os prejuízos causados pelas chuvas.

“Estou solicitando aos prefeitos de todas as cidades atingidas que, ainda em janeiro, façam os relatórios dos danos das suas cidades e enviem ao Governo do Estado para que possamos fazer convênios que possibilitem rapidamente a recuperação de vias, pontes, enfim, das áreas afetadas. A prioridade será dada aos municípios que estejam com as suas coordenadorias de Defesa Civil funcionando. É um apelo que tenho feito a todos os municípios mineiros. O período de chuvas ainda não terminou e é fundamental que as coordenadorias municipais estejam funcionando”, disse Aécio Neves, em entrevista.

Aécio Neves determinou que as ações adotadas pelo Governo de Minas de socorro às vítimas sejam intensificadas e agilizadas. “Já determinei à Secretaria de Obras do Estado que reserve recursos da ordem de R$ 30 milhões para um primeiro socorro aos municípios atingidos. E hoje, em Manhuaçu, quero aqui, in loco, ver os estragos para que as providências sejam tomadas o mais rapidamente possível”, disse ele.

Água e luz

O governador também confirmou a decisão de estender por 60 dias o prazo para pagamento das contas de água e luz, com vencimento em janeiro e fevereiro, nos municípios atendidos pela Cemig e pela Copasa, com estado de emergência decretado. Segundo o governador, além de prorrogar o prazo de vencimento, a população desses municípios terá direito de parcelar o pagamento da conta, sem a cobrança de taxas ou multas.

Outra medida adotada foi a abertura de uma linha de crédito de R$ 50 milhões, através do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), para atender lojistas, pequenos e médios empresários que perderam ou sofreram prejuízos com a enchente.

“Toda a população, pessoas jurídicas e pessoas físicas, terão um prazo de pelo menos 60 dias, se for necessário vamos estender ainda mais, para o pagamento das contas de água e de luz. E já está aberta no BDMG uma linha de crédito de até R$ 50 milhões para as pequenas e médias empresas para que possam rapidamente retomar os seus negócios”, afirmou Aécio Neves.

Os pedidos de financiamento devem ser encaminhados ao BDMG. O prazo para pedidos de financiamento se encerra em 30 de abril de 2009. Os juros são de, no máximo 6% ao ano, com carência de até seis meses para começar o pagamento.

Desabrigados

Em todo o Estado já são 101 cidades afetadas pelas chuvas, sendo que 66 decretaram situação de emergência. De acordo com dados da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), 6.235 pessoas estão desabrigadas e 56.758 desalojadas. Desde setembro de 2008, as chuvas provocaram 24 mortes e afetou 282.398 pessoas.

Estradas

No momento, 97 trechos da malha rodoviária estadual encontram-se com eventuais danos causados pelas chuvas. Cinco pontos estão interditados – ponte em via de acesso que liga o entroncamento da BR 259 (Curvelo) ao entroncamento da BR 135 para Montes Claros; MG 040 no trecho Brumadinho/Bonfim; MG 220 no trecho de Santo Hipólito a BR 135; ponte sobre o Rio Pará na MG 252 no trecho São Gonçalo do Pará ao entroncamento da BR 494 e MG 350 – no trecho Pouso Alto/Virgínia. Esses pontos possivelmente precisarão de obras para liberação do tráfego.

Outros sete trechos estão interrompidos e devem ser liberados em breve. São eles: acesso ao município de Divino ao entroncamento da MG 265 até Divino; MG 105 Pavão / Águas Formosas; MG 311 Itabirinha / Limeira; MG 280 no trecho Paula Cândido ao entroncamento MG 124 A; MGC 367 no trecho Virgem da Lapa / Berilo; MGC 417 Mendes Pimentel / Itabirinha e MGC 458 Conselheiro Pena / Cuité Velho. Os demais 85 pontos estão com tráfego precário ou em meia pista.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui