Governo destina R$ 300 milhões para estados das enchentes

179

enchente-aO governo federal já liberou R$ 300 milhões para socorro e assistência aos desabrigados e restabelecimento da normalidade nas regiões mais atingidas pelas chuvas. Desde o fim de abril os recursos estão disponíveis para ações da Defesa Civil em todo o Brasil. Balanço preliminar da Defesa Civil Nacional indica que 11 estados estão sendo afetados pelas enchentes ou desastres provocados pelas águas.

São cerca de 150 mil pessoas nos Estados do Piauí, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Ceará, Amazonas, Pará, Rio Grande do Norte, Alagoas, Acre e Santa Catarina. Nas últimas duas semanas, foi liberado um total de 50.150 cestas de alimentos para a população mais afetada nos Estados do Piauí, Maranhão, Paraíba, Acre, Amazonas e Pará.

Sobrevoo – Nesta terça-feira (5), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobrevoou os estados do Piauí e Maranhão para conhecer a situação das cidades mais afetadas pelas enchentes. Ele estava acompanhado dos ministros da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, dos Transportes, Alfredo Nascimento, e Cidades, Márcio Fortes.

De acordo com a Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), mais de 120 mil pessoas foram afetadas pelas enchentes nos 41 municípios atingidos no Maranhão, sendo que 29 deles estão em situação de emergência. A Defesa Civil do Piauí informou que mais de oito mil famílias estão desabrigadas em 22 municípios por causa das fortes chuvas, entre os quais, a capital do estado, Teresina. No total, 41.045 pessoas estão desabrigadas ou desalojadas no estado. Vinte e dois municípios decretaram situação de emergência no Piauí. A Defesa Civil já distribuiu aos municípios mais de seis mil cestas básicas, cerca de 1,5 mil filtros e cinco mil cobertores.

Materiais – O governo federal já autorizou a liberação para o Maranhão de 75 mil itens de material de abrigamento (colchões, cobertores, toalhas, lençóis, travesseiros, fronhas e mosquiteiros), que foram colocados à disposição das coordenadorias estaduais de Defesa Civil. Serão distribuídos, ainda, 1,8 mil filtros de água e 54 rolos de lona e já foram disponibilizadas dez mil cestas de alimentos, que atenderão 50 mil pessoas por um período de duas semanas. Com aproximadamente 23 quilos cada, as cestas são compostas por arroz, feijão, açúcar, leite em pó, macarrão, óleo e farinha.

Para o Piauí foram liberadas 15 mil cestas na segunda-feira (4), que equivalem a 390 toneladas de alimentos e que atenderão 75 mil pessoas, por um período de duas semanas. As cestas encontram-se nos armazéns da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em Teresina, e a distribuição será feita pela Defesa Civil estadual.

Segundo o Ministério da Integração Nacional, a Sedec já havia disponibilizado ao Piauí mais de 75 mil kits de abrigo. Os kits, que estavam estocados nos armazéns do estado, estão sendo utilizados de acordo com as necessidades de cada município.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui