Governo mostra a municípios fluminenses impactos do pré-sal

225

A descoberta de petróleo na camada pré-sal terá impacto muito grande para os municípios fluminenses, disse o diretor do Serviço Geológico do Estado do Rio de Janeiro (DRM-RJ), Francisco Dourado. O órgão é vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico. “O volume de recursos que vai ser injetado tanto no estado quanto nos municípios é muito grande”.

Francisco Dourado destacou que somente os campos já divulgados, localizados no Rio, indicam um volume entre 14,1 bilhões e 22 bilhões de barris de petróleo. “Só desse volume, seriam por volta de R$ 4 bilhões por ano para o estado e os municípios”, afirmou.

Outros campos, como o Carioca e o Guará, situados entre o Rio e São Paulo, ainda não tiveram divulgado o volume estimado de barris.

Amanhã (18), o DRM-RJ promove palestra no município de Maricá sobre Os Impactos do Pré-Sal nos Municípios Fluminenses. Foram convidados representantes da área das Baixadas Litorâneas, que serão os mais beneficiados com a exploração do pré-sal no Rio.

“Haverá uma mudança geográfica agora. A produção tende a se deslocar da Bacia de Campos para essa nova área, já chamada de cluster (arranjo produtivo) do pré-sal”. Foram convidados também representantes das cidades de Niterói, Araruama, Saquarema, Maricá e Arraial do Cabo.

A palestra, segundo o diretor, tem por objetivo explicar aos prefeitos e secretários municipais a forma e os motivos que levam as cidades a receber royalties e participações especiais em função da exploração de petróleo. “A gente vai explicar os critérios de distribuição, os percentuais e os critérios geográficos”. Outro objetivo será discutir o pré-sal, abrangendo os municípios que serão afetados e as novas propostas de lei, com a mudança do modelo de concessão para um sistema de partilha de produção.

Coordenador do Centro de Informações da Produção de Petróleo e Gás Natural do Estado do Rio (Cipeg), Francisco Dourado disse que a idéia é levar o evento a outros polos fluminenses. A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico já articula novas palestras em outras regiões.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui