Idosos reúnem-se em Ponte do Silva e cobram posição das autoridades

26

Entre as chamadas condições marginalizantes, estão também os problemas decorrentes dos idosos. Além dos problemas naturais decorrentes das limitações físicas e até mentais que a idade avançada pode trazer, as pessoas idosas ainda costumam sofrer discriminações e preconceitos.Não são raros os casos em que são abandonados pela própria família ou esquecidas em asilos ou clínicas; o planejamento econômico e social dificilmente leva na devida conta suas necessidades peculiares; o mercado de trabalho os recusa. Em nossa região as autoridades precisam fazer mais pelos idosos, fazer cumprir parte do estatuto do idoso será um bom começo. Por enquanto os idosos estão apenas cobrando o direito que a lei faculta de não pagar passagens municipais e intermunicipais. Uma das  pessoas que tem lutado em favor dos idosos e deficientes Renato da Banca, esteve presente na reunião e disse que não poupará esforços para ver este problema resolvido há muitos alunos da APAE que moram nas imediações e tem dificuldade para vir exatamente por ter que pagar passagens.
Os senhores Altamiro, 76 e João Saturnino, 79 falam a nossa reportagem Jornal das Montanhas

JM –  Qual o maior problema que o Sr tem enfrentado?
Sr. Altamiro – O grande problema que temos enfrentado é a falta de respeito conosco todas as vezes que necessito viajar sou constrangido pelos trocadores obrigando-me a pagar passagem, mesmo depois que a justiça de Belo Horizonte deu ganho de causa para a ação da promotora de justiça de Manhuaçu que entrou com recurso em nosso favor. Será que aqui em Manhuaçu nunca vão fazer cumprir a lei, eu faço esta pergunta. Mesmo com a carteira uma vez mandaram eu ir dormir e fiquei nervoso. Fui na delegacia civil, na rádio e me mandaram para o fórum. Se eu tenho um direito eu tenho que procurar.
JM – E o que o Sr. espera que seja feito?
Altamiro – Espero que o mais breve possível a justiça seja feita aqui em Manhuaçu e quero receber todas as passagens que paguei tenho todas guardadas lá em casa.
JM – O que os senhores tem feito para resolver esse problema?
João Saturnino – O senhor é prova de nossa luta só lá na redação do jornal de vocês já fui muitas vezes e agradeço o que vocês tem feito em favor dos idosos a primeira batalha já ganhamos em BH esperamos que eles façam cumprir a lei tem um abaixo assinado que foi feito no Fórum, foi daqui da comunidade, estivemos duas ou três horas lá. Fizemos o abaixo assinado aqui, fomos na prefeitura, ficamos duas horas esperando, depois das 13 horas somente as 17 horas que tem outro ônibus, porque os outros nós não podemos pegar, então o que vamos fazer?

reportagem: Devair G. Oliveira

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui