Justiça bloqueia bens de ex-deputado que guardou dinheiro nas meias

196

Brasília – O Tribunal de Justiça do Distrito Federal (2ª Vara de Fazenda Pública) tornou indisponíveis os bens do ex-deputado distrital Leonardo Prudente (sem partido), incluindo bens das empresas das quais é sócio e que possam ter mantidos contratos irregulares e sob suspeita com o governo do Distrito Federal.

Prudente foi flagrado em vídeo guardando dinheiro de suposta propina nas meias e nos bolsos do paletó. O vídeo veio a público em novembro do ano passado durante as investigaçoes da Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal.

O bloqueio, em caráter liminar, atende pedido do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. Na demanda à Justiça, o Ministério Público demonstra receio de que Prudente “promova a ocultação dos bens e valores adquiridos de forma ilícita”.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui