Novo prefeito de Niterói vai administrar quarta economia do estado do Rio

144

Antiga capital do estado do Rio de Janeiro, Niterói terá os candidatos Rodrigo Neves (PT) e Felipe (PDT) na disputa pela prefeitura no segundo turno das eleições neste domingo (28). Neves, que integra uma coligação de dez partidos, foi o mais votado no primeiro turno, com 105,8 mil votos (39,35%).

Com um Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 10,8 bilhões, a cidade é a 41ª maior economia municipal do Brasil e a quarta do estado do Rio de Janeiro.

Niterói tem 382 mil eleitores e é conhecida pela menor incidência de pobreza do estado (12%), atrás apenas de Volta Redonda. No entanto, enfrenta problemas comuns a cidades fluminenses, como a favelização e as moradias em áreas de risco. Em abril de 2010, chuvas deixaram dezenas de mortos e desabrigados, por causa de deslizamentos de encostas.

Apoiado por nove partidos, Felipe recebeu 88,7 mil votos (32,96%) na primeira etapa do pleito e ficou com a segunda posição. Dos 382 mil eleitores de Niterói, 66 mil (17,27%) não compareceram no primeiro turno e 47 mil (12,32% dos eleitores) votaram em branco ou nulo.

Ou seja, apenas 70,4% dos eleitores da cidade votaram em um dos cinco candidatos no município. O terceiro colocado na disputa, Flavio Serafini (PSOL), recebeu uma votação expressiva (49,5 mil votos, ou seja, 18,4%), mas decidiu ficar neutro neste segundo turno.

O quarto colocado, Sérgio Zveiter (PSD), que recebeu 23,7 mil votos (8,8%), resolveu apoiar a candidatura petista.

Agencia Brasil

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui