Número de abstenção supera o do primeiro turno e da eleição de 1998

176

Com 99,99% das urnas apuradas, o número de abstenção no segundo turno superou o do primeiro e se igualou ao de 1998, quando Fernando Henrique Cardoso (PSDB) foi eleito presidente: 21,50% — 29.194.356 pessoas não compareceram às urnas. 

No primeiro turno, a abstenção foi de 18,12% –24.610.296.

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Ricardo Lewandowski, afirmou que, tradicionalmente, há um aumento do índice de abstenção do primeiro para o segundo turno. Para ele, o percentual de abstenção no segundo turno ficou “dentro da normalidade, dentro do tolerável e não macula os resultados das eleições”.

O ministro disse que fatores como o feriado prolongado, chuvas e outras condições climáticas adversas, como a seca na região Norte, também podem ter contribuído para o aumento das abstenções de eleitores às urnas no segundo turno.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui