Into faz mutirão de cirurgia de coluna em Manaus durante a semana

164

Into faz mutirão de cirurgia de coluna em Manaus durante a semana

O Projeto Suporte, uma iniciativa do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia hospitalJamil Haddad (Into), com sede no Rio de Janeiro, está fazendo até sexta-feira (30/08) um mutirão de cirurgias de coluna na Fundação Hospitalar Adriano Jorge, no bairro da Cachoeirinha, região sul de Manaus. Nesse período, a equipe de 15 profissionais faz cirurgias para corrigir escoliose em 11 pacientes.

A Secretaria de Estado da Saúde do Amazonas atua em parceria com o projeto, fornecendo a infraestrutura hospitalar e o Into fornece o material para as cirurgias, como insumos, implantes e próteses. Já o tratamento de recuperação, que dura em torno de dez dias, é acompanhado por médicos locais.

De acordo com o coordenador do projeto, José Luiz Ramalho, a recuperação ao lado da família é mais confortável para o paciente. “Se fossemos encaminhar esses pacientes para o Rio de Janeiro, eles teriam que passar o processo de recuperação dentro do hospital até a retirada dos pontos. Aqui em Manaus, o paciente pode receber a visita de parentes e depois de três dias ir para casa. Isso torna o procedimento mais humanizado”, explica.

O objetivo do projeto, que ocorre há dez anos, é levar profissionais especializados para promover cirurgias em locais com baixa oferta de serviços na área de traumatologia e ortopedia, reduzindo o tempo de espera.

Este é o 99° mutirão do projeto, o segundo feito este mês em Manaus. Na primeira semana de agosto, cerca de 25 pacientes que precisavam de artroplastia primária de quadril foram atendidos pela equipe.

A escolha do local visitado pelo projeto é definida pela Central Nacional de Regulação de Alta Complexidade do Ministério da Saúde. Assim que um número significativo de cirurgias é alcançado em uma região, o coordenador do projeto segue para o local, a fim de fazer avaliações clínicas com os pacientes que serão operados, para que em seguida a equipe embarque.

O próximo local a receber um mutirão do Into será a cidade de Boa Vista, em Roraima. Com início no dia 28 de setembro, cerca de 25 pacientes farão cirurgias de artroplastia primária de quadril. Segundo o Into, já foram feitas 4.298 cirurgias e 6 mil atendimentos em todo o país por meio do Projeto Suporte.

Agência Brasil

Fundação Cristiano Varella 728

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui