Menina de 11 anos morre de gripe suína em Osasco

282

h1n1São Paulo – Uma menina de 11 anos faleceu no dia 30 de junho num hospital particular da cidade de Osasco, no estado de São Paulo, com o vírus Influenza H1N1, que provoca a gripe suína.

A informação foi divulgada hoje (10) pela Secretaria do Estado de São Paulo. A criança apresentou sintomas como febre, vômito e dor abdominal, no dia 28 de junho. No dia 29, ela apresentou febre de 39 graus, tosse e dores no corpo.

No dia seguinte, foi levada pelos pais ao hospital, onde chegou com sinas de choque séptico, caracterizado pela redução do fluxo sanguíneo, causada pela liberação de toxinas de bactérias.

Ela foi, então, internada da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, onde teve uma parada cardiorespiratória e faleceu.

De acordo com o secretário de Saúde, Luiz Roberto Barradas, a gripe colaborou para o agravamento do quadro de saúde da criança, que estava com uma infecção provocada por uma bactéria do tipo pneumococos.

O diagnóstico só foi confirmado depois da morte da menina, quando pessoas da família dela começaram a apresentar os sintomas da gripe suína. O resultado dos exames só foram confirmados hoje.

Fundação Cristiano Varella 728

12 COMENTÁRIOS

  1. Sou moradora da região de Osasco, e estou muito preocupada com esta fatalidade.Gostaria que se possível fosse divulgado o bairro que a vitima morrava devido ao risco de contaminação, para que nos moradores da região podessemos nos precaver, já que o governo até agora tem se omitido ao fato desta epidemia, ou seja só podemos contar com nós mesmos.

  2. Boa Tarde, qual Hospital Que esta paciente estava internada, existem 3 Hospitais Particulares em Osasco, sendo que dois deles são muito ruim o atendimento, como eu mesmo ja constatei, e a Vigilancia não toma nenhuma atitude em nosso Municipio, por favor divulguem qual Hospital, onde infelizmente a Menina veio a er o Óbito, Pelo menos a população de Osasco ficara sabendo, desta deficiencia na saude do Municipio, o Hospital Municipal é uma Tragedia, falta equipamentos, Médicos com má vontade, e Principalmente o Secretario da Saude, que é conivente com esta situação do Municipio.

  3. O pior que eu vi Guardas Civis Municipais de Osasco socorrendo essa menina no hospital Central Antonio Giglio, esses policiais e enfermeiros deveriam ser investigados ( quarentena) para não transmitirem a doença para mais pessoas para toda a cidade.

  4. Nossa essa rua e esse bairro que foram divulgados são realmente corretos???
    Pois agora estou muito mais preocupada, pois essa rua é muito proxima da minha casa, é incrivel como esse virus esta se ploriferando cada vez mais rapido, é preciso que seja inventado logo uma vacina contra isso, nós que somos mães ficamos com mais medo ainda.. estamos num aguardo de uma ação do governo contra isso, mas a maneira que ele se omite, é onde nós e nossos filhos estão correndo riscos de vidaa!! E é como nossa colega disse só nós podemos contar com nós mesmos para nos precaver por enquanto..

  5. Curioso,

    Noticia e fofoca são primas, a Regina viu a menina sendo socorrida no Regional e o meu chara afirma que foi no Sino Brasileiro…

    Como os jornais veicularam um hospital particular, deve ter sido o Sino mesmo…

    Mas como a Regina fez pra ver no Regional? Noticia ou fofoca, kkkk!

  6. Assim como a Paula fez a pergunta acima onde é a escola que a criança estudava?
    E também fiquei revoltada quando vi uma reportagem no pronto socorro em Osasco no Jardim Santo Antonio ( bairro onde a menina morava ), pessoas que também mora na região com sintomas de gripe, foram até lá para ter algum diagnóstico, e ninguém estava de mascara, incluindo funcionários e reporteres.
    Bom muitos nem sabem disso. Cabe a prefeitura tomar esta iniciativa!!!!!
    Peço que todos divulguem, pois ha hospitais de grande porte onde todos os funcionários usam mascaras, e as mesmas ficam a dispor dos pacientes.
    Tudo não se trata da área da saúde?????

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui