Secretaria de Saúde confirma mais cinco mortes por gripe suína em São Paulo

212

h1n16A Secretaria de Saúde de São Paulo confirmou hoje (21) a morte de mais cinco pessoas que estavam infectadas pelo vírus Influenza H1N1, que provoca a gripe suína. Com isso, o Estado registra oito mortes por infecção com o vírus da gripe .

Das cinco novas mortes registradas no estado, quatro eram de moradores da capital e a outra de uma moradora de Campinas.

O primeiro desses últimos registros foi a morte de uma mulher de 68 anos, que apresentava vários fatores de risco como cardiopatia, hipertensão arterial, diabetes e asma brônquica. A morte ocorreu no dia 12 de julho. A secretaria não informou se a mulher teria viajado para o exterior ou mantido contato com estrangeiros no país.

O segundo caso é de uma mulher de 27 anos, que morreu no dia 14 de julho, cinco dias após ter dado à luz. O bebê, segundo a secretaria, passa bem.

As outras duas mortes na capital foram de um homem de 50 anos, que morreu ontem (20), e a de uma mulher de 44 anos que começou a apresentar os sintomas da gripe suína no dia 11 de julho e morreu no último sábado (18). Segundo a secretaria, a mulher havia sido internada no dia 17 com insuficiência respiratória aguda, diarréia intensa e cianose (arroxeamento) nas extremidades.

Já o caso de Campinas é de uma mulher de 26 anos que morreu na última sexta-feira (17), após ter sido internada um dia antes com amigdalite, bronquite e sinusite, sintomas que evoluíram para uma pneumonia.

Antes, a Secretaria de Saúde só confirmava duas mortes ocorridas em Osasco e uma em Botucatu. Na nota enviada hoje à imprensa, a secretaria não confirmou se a morte ocorrida no último sábado (18), em São Bernardo do Campo, também seria de uma pessoa infectada pelo vírus da gripe suína.

Fonte: Agência Brasil

Fundação Cristiano Varella 728

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui