Teste rápido da Aids está disponível em todas as regiões do Estado

233

O teste rápido da Aids, que permite diagnóstico em 15 minutos, está disponível em 49 Centros de Testagem e Aconselhamento do Estado (CTAs), nas Unidades Básicas de Saúde e nas maternidades para as gestantes que não foram testadas no pré-natal. O exame é indicado principalmente para pessoas com histórico de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), tuberculose, gestantes, usuários de drogas injetáveis, quem tenha sofrido acidentes de trabalho com objetos perfuro- cortantes, entre outras.

Segundo a coordenadora estadual de DST/AIDS da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Fernanda Junqueira, é importante que as pessoas que tiveram relações sexuais sem camisinha ou compartilharam drogas via seringas realizem o teste rápido ou o sorológico em um dos CTAs ou postos de saúde. “No entanto, como o vírus demora de 6 a 12 semanas para ser detectado no organismo é necessário aguardar esse período, chamado de janela imunológica, para que o exame não dê um resultado falso positivo ou falso negativo”, explica.

De acordo com Fernanda, seus benefícios em comparação com o teste sorológico é que ele não requer insumos especiais e o resultado é obtido de forma imediata. “No sorológico (Elisa e o Westen Blot) o exame demora de duas a três semanas e possui custo laboratorial. Entretanto, ele é indicado para toda a população que queira conhecer seu estado sorológico”, fala. Ela esclarece que é importante conhecer a sorologia, pois se uma pessoa for diagnosticada com a AIDS o começo imediato do tratamento garante qualidade de vida.

Desde 2007, quando o teste rápido foi implantado pelo Ministério da Saúde, foram distribuídos mais de 450 mil exames em todo o estado.

Aids em Minas

Entre os anos de 1982 a 2011, foram feitas 31.559 notificações de AIDS em Minas Gerais. Desse total, a predominância dos casos da doença, tanto para homens como para mulheres, se encontram na faixa etária dos 20 a 49 anos, o que corresponde a cerca de 84% do total de casos do estado.

Agência Minas

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui